(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Rede pública terá atuação de residentes

Saúde Comentários 29 de dezembro de 2014

Parceria entre Prefeitura e UniEvangélica disponibiliza médicos residentes para unidades básicas de saúde


A parceria firmada pela Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e a Faculdade de Medicina da UniEvangélica, resultou na assinatura de um acordo assistido pelo Ministério Público Estadual para aumentar o número de vagas de residência médica em Medicina da Família e Comunidade em Anápolis.
Assim, a UniEvangélica ficará responsável por realizar um processo de seleção para o preenchimento de seis vagas, onde os residentes e médicos tutores ficarão responsáveis pelo atendimento em unidades de Saúde da Família. O objetivo é aumentar o potencial do Programa de Saúde da Família em Anápolis e garantir o atendimento às necessidades da população. “Considero um momento especial para o município, pois, historicamente, a residência nesta área é carente. A parceira com a Prefeitura mudará este conceito em nossa cidade”, afirmou o reitor da UniEvangélica, Carlos Hassel Mendes.
O valor da bolsa do Programa de Residência é de R$ 2.900, com um incentivo a mais da Prefeitura de Anápolis que vai totalizar o valor final de mais de R$ 8 mil, para incentivar o preenchimento das vagas. Primeiramente, o residente aprovado integrará uma equipe nas unidades de Saúde da Família do Recanto do Sol e Filostro Machado. Em cada unidade, eles serão supervisionados por um médico preceptor disponibilizado pela Faculdade de Medicina. “Temos o compromisso de prestar auxílio à população com responsabilidades sociais igualitárias. Neste caso, fortalecendo a rede de atendimento primário à saúde”, disse o presidente da AEE, Geraldo Henrique Espíndola.
O secretário municipal de Saúde, Luiz Carlos Teixeira, explica que os residentes, por um período de dois anos, cumprirão carga horária de 40 horas semanais nas unidades de Saúde da família e, ainda, um plantão de 12 horas em umas das unidades 24 horas do município. Além disso, a UniEvangélica se comprometeu a financiar uma reforma na estrutura física unidade de Saúde do Recanto do Sol. “Nós estamos capacitando e criando um vínculo com esse residente”, disse o secretário. O promotor Marcelo Henrique dos Santos também afirmou que esta parceria representa a preocupação das várias instituições organizadas do município. “Sabemos que fortalecer a rede de atenção básica é dar suporte a 80% da demanda da saúde pública. É preciso avançar em outras áreas carentes”, ressaltou.
Para o prefeito João Gomes, mais do que assinatura de um documento, o ato representa a preocupação da Prefeitura em fortalecer o trabalho da rede primária de atendimento. “Vamos levar o atendimento de médicos comprometidos aonde a população precisa”, pontuou. Ele avalia que, quando instituições responsáveis se unem é possível fazer com que as ações em saúde saiam do discurso e estejam presentes onde, de fato, a população precisa. “Precisamos de uma sociedade com gestores comprometidos. Temos aqui uma importante iniciativa com entidades respeitadas que trarão resultados positivos para a sociedade anapolina e para àqueles que aqui buscam atendimentos em saúde”, finalizou.

PSF

Hoje, Anápolis é composta por 53 equipes do Programa de Estratégia de Saúde da Família distribuídas em 34 unidades. Cada equipe é composta por um médico clínico-geral, um enfermeiro, um técnico em enfermagem, um cirurgião dentista, um auxiliar de saúde bucal e agentes de saúde.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Programa Saúde da Família ganha prêmio de Boas Práticas

01/02/2018

Mais uma boa notícia para a saúde de Anápolis. Durante o ano de 2017, a Secretaria Municipal de Saúde trabalhou muito nã...

HUANA faz a primeira captação de órgãos

01/02/2018

A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do Hospital Estadual de Urgências...

Obras do Centro Pediátrico 24 horas seguem o cronograma

12/01/2018

A obra do Centro Pediátrico 24h, construída ao lado do Cais Mulher, no Bairro Maracanã, iniciou o ano de 2018 se preparand...

Ambulatório de Queimados registra aumento de demanda

29/12/2017

No Ambulatório de Queimados do Hospital Municipal Jamel Cecílio são atendidos, em média, 80 pacientes por dia, vítimas d...