(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Rede Municipal pronta para receber 31 mil alunos nesta segunda-feira

Educação Comentários 21 de janeiro de 2012

Final do período de férias regulamentares nas escolas mantidas pela Prefeitura devolve às ruas de Anápolis, um número de estudantes maior do que a população de muitas cidades goianas


Um contingente formado por 1200 servidores burocráticos, mais 1900 professores da Rede Municipal de Ensino conclui, esta semana, um período de planejamento e finaliza os preparativos para receber, a partir de segunda-feira, 23, mais de 30 mil alunos divididos por dezenas de escolas mantidas pelo Governo Municipal. São os estudantes do chamado Ensino Fundamental (cursam do primeiro ao nono ano), distribuídos em dezenas de escolas que funcionam em praticamente todos os setores da Cidade. Eles vão cumprir 200 dias letivos, razão pela qual, as aulas têm início, ainda, em janeiro. A Secretária Municipal de Educação, Virgínia Pereira de Mello disse que há espaço para todos, muito embora a demanda seja, cada vez mais crescente, devido ao bom momento vivido pela economia do Município, o que atrai milhares de famílias que migram para Anápolis em busca de colocação no mercado de trabalho. Com essas famílias, logicamente, vêm crianças e adolescentes que necessitam de vagas nas escolas, principalmente, as públicas.
Sobre este assunto, a Secretária assegura que o Governo Municipal tem se preparado ao longo dos últimos anos, construindo e ampliando estabelecimentos de ensino. Ela diz, todavia, que a maior demanda está se registrando para as escolas de Educação Infantil (antigas creches). Neste caso, há uma carência preocupante, em que pese a Prefeitura haver construído novas unidades, firmado convênios com organizações não governamentais para o funcionamento de dezenas de salas e buscado outros espaços. Recentemente foram entregues quatro CMEI’s (centros municipais de educação infantil) e, até o final deste ano, vão ser inaugurados mais seis. Ao todo, serão 32, pois já funcionam 24 estabelecimentos desta modalidade. Mas, ainda é pouco. Anápolis ficou, por muito tempo, sem investimentos em creches, além do que, nos últimos anos a demanda foi surpreendentemente maior do que o esperado. Os centros de educação infantil funcionam em duas modalidades: uma de meio turno, para as crianças já alfabetizadas e que têm obrigações em outros estabelecimentos e o sistema de tempo integral, ou seja, as que chegam pela manhã e só retornam para casa no final da tarde.

Apoio
Os estudantes da Rede Municipal de Ensino recebem, gratuitamente, no início do ano letivo, uma espécie de kit escolar. São cadernos, livros, uniformes e outros elementos necessários para a frequência às aulas. A Secretaria mantém, ainda, uma frota de ônibus em bom estado para o transporte dos alunos da zona rural, apanhando-os em suas residências, levando-os para a escola e retornando no final do turno. Sobre a falta de vagas em algumas regiões, caso específico do Residencial Copacabana, a Secretária Virgínia Mello disse que já está em processo de licitação para se construir, imediatamente, uma unidade escolar dentro daquele conjunto habitacional. Já foi definida, até, a área para a edificação. Da mesma forma, outros bairros onde há uma maior carência de vagas serão priorizados na construção de escolas.
A novidade para este ano letivo, na Rede Municipal de Ensino, é que as escolas estarão sendo administradas por diretores eleitos pelas comunidades escolares, constituídas por professores, alunos, pais de alunos e servidores das unidades. Esta semana os novos dirigentes tomaram posse. A exceção fica para as novas unidades, onde ainda não foram formados os conselhos de educação, o que deverá ocorrer, ainda, no primeiro semestre. Quanto ao suprimento de vagas para professores e outros servidores que foram aprovados em recente concurso, a Secretária Virgínia Pereira Mello disse que o chamamento vai ser feito de forma natural, dependendo da demanda. O que está garantido é que todas as escolas terão quadro completo de funcionários já nos primeiros dias de vigência do ano letivo de 2012.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

Saúde na Escola atende a quase 40 mil estudantes

20/10/2017

A Prefeitura de Anápolis, em parceria com o Governo Federal, está desenvolvendo o Programa de Saúde na Escola (PSE), um co...

Oficinas gratuitas oferecidas no programa Semana Cidadã

06/10/2017

A 1ª edição da Semana Cidadã, uma parceria entre a UniEVANGÉLICA e a Prefeitura Municipal de Anápolis, através da Secr...

UEG abre inscrições para o vestibular de 2018

28/09/2017

Estão abertas até o dia 10 de outubro, as inscrições para o Processo Seletivo Vestibular 2018/1 da Universidade Estadual ...

Encontro faz elo entre empresas e instituição

28/09/2017

Empresários de vários setores de Anápolis participaram da apresentação do Programa UniEVANGÉLICA + Empresários, onde c...