(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Recursos para micro e pequenas empresas

Geral Comentários 11 de novembro de 2010

Edital que será lançado em breve, com aporte de R$ 16,5 milhões vai permitir o financiamento de pesquisas para processos e produtos inovadores no mercado


A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) irá lançar, nos próximos 20 dias, um edital para o financiamento de projetos de inovação em micro e pequenas empresas de Goiás, com recursos da ordem de 16,5 milhões. A informação foi dada pelo diretor científico do órgão, José Clecildo Barreto Bezerra, na última quarta-feira, 10, durante reunião na Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia).
Segundo adiantou ele, os projetos a serem contemplados devem ter propostas variando entre 100 a 400 mil reais. José Clecildo destacou que, dentro dessa modalidade, os empresários poderão, através de parceria com instituições de ensino superior, ter um profissional com nível de mestrado ou doutorado auxiliando para desenvolver processos e produtos inovadores no mercado. Trata-se de uma modalidade de subvenção econômica (dinheiro não reembolsável). A expectativa é de se contemplar em torno de 40 projetos em diferentes áreas.
O diretor da Fapeg assinalou que Goiás tem muito potencial para avançar no campo da ciência e da tecnologia, principalmente, no setor do agronegócio. Conforme observou, há muito recursos disponibilizados para pesquisa, mas para acessá-los é necessário ter projetos bem elaborados. Ele citou que em outubro passado, a FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos, ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, fechou um edital de subvenção econômica de 500 milhões de reais, tendo recebido um total de 993 propostas, das quais apenas sete da Região Centro-Oeste (seis do Distrito Federal e, apenas, uma para Goiás).
O empresário Ivan da Glória, da empresa Gênix, fabricante de cápsulas gelatinosas para medicamentos, observou que é importante para as empresas buscarem esses recursos e investirem em inovação. No entanto, citando experiências próprias, assinalou que o empresário ainda precisa vencer uma árdua maratona burocrática para ter acesso aos financiamentos, além de, em alguns casos, ter de assumir também uma contrapartida, mesmo no caso da subvenção econômica.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Uma viagem de realidade e ficção a Praga

18/08/2017

Tudo começou numa viagem de família à Praga, capital da República Tcheca, em 2013. A cidade antiga, cheia de belezas e de...

Anápolis recepciona interessados em conhecer os cursos

18/08/2017

O Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas Henrique Santillo da Universidade Estadual de Goiás (UEG), em Anápolis, realiz...

Ministério oferece cursos gratuitos e a distância

18/08/2017

Estão abertas as pré-matrículas para cursos de qualificação profissional na área do turismo com subsídios do Programa ...

Governo espera cadastrar 15 mil estudantes

18/08/2017

Depois de ter sido lançado em Anápolis, recentemente, o programa Passe Livre Estudantil foi apresentado de forma detalhada,...