(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Recuperar II: Atraso no pagamento pode gerar exclusão

Economia Comentários 11 de janeiro de 2013

Segundo dados da Secretaria da Fazenda, foram realizados mais de 2,3 mil parcelamentos do ICMS


Os contribuintes que parcelaram débitos de ICMS no programa Recuperar II, encerrado no dia 20 de dezembro, devem ficar atentos ao prazo de pagamento. O alerta é da Secretaria da Fazenda. Atrasos no pagamento do ICMS normal e do parcelamento provocam a exclusão do programa, que deu desconto de até 100% nos juros e multas e 50% na correção monetária para pagamento à vista. Segundo levantamento da Sefaz, foram realizados 3.223 parcelamentos de ICMS. As parcelas vencem no dia 25 de cada mês.
O gerente de Recuperação de Créditos da Sefaz, José Ferreira de Sousa, explica que são duas situações podem fazer o contribuinte perder o parcelamento: o não pagamento de três parcelas consecutivas do programa; e o atraso do pagamento do ICMS de 2013, por dois meses consecutivos.

Parcelamentos
O programa ofereceu descontos de 90% de juros e multas, 30% da correção monetária e 90% da multa formal para quem fez o parcelamento em duas vezes. Em três vezes, o desconto foi de 85% de juros e multas, 20% da correção monetária e 85% da multa formal. Em quatro parcelas os descontos foram de 80% de multas e juros, 10% da correção monetária e 80% da multa formal. Entre cinco e 12 parcelas, os descontos foram de 75% de multas e juros e de 75% da multa formal.
O parcelamento mais amplo do Recuperar II, entre 13 e 60 meses, deu redução de 40% dos juros e multas e 40% da multa formal. O programa terminou no dia 20 de dezembro com a adesão de 31.452 contribuintes de ICMS, que pagaram à vista um total de R$ 358 milhões.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...