(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Recolhidas 10 mil toneladas de lixo na operação "Cidade Limpa"

Cidade Comentários 23 de outubro de 2011

Volume é igual à carga de um navio de porte médio. Todo esse entulho procede de quintais, garagens e depósitos domésticos e comerciais


Concluída a quinta semana de atividades ininterruptas, a operação denominada “Cidade Limpa” já recolheu, segundo dados da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, 9,5 toneladas de resíduos sólidos, ou lixo doméstico, em residências e estabelecimentos comerciais em mais de uma centena de bairros anapolinos. De acordo com o titular da Secretaria, Luiz Henrique Ribeiro, o trabalho vem sendo feito de fora para dentro, ou seja, dos bairros mais afastados, em direção ao centro da Cidade. Até agora, o “campeão” na geração de entulhos foi o Conjunto Filostro Machado, de onde foram retiradas, nada menos que 2,3 toneladas de resíduos, incluindo pneus usados, sobras de material para construção, móveis e eletrodomésticos imprestáveis e outros tipos de lixo.
De acordo, ainda, com o Secretário, à medida que o serviço se afunila para a região central, o volume de detritos diminui. Por seus cálculos, ainda serão geradas mais de 10 mil toneladas de entulhos, tendo em vista que a operação se estender, a praticamente, até o final do ano. Restam, ainda, sete semanas de serviços, de acordo com a Secretaria de Meio Ambiente.
Todo o material recolhido está sendo direcionado para o Aterro Sanitário. Existe uma área específica para sobras de construções, com o devido acompanhamento de técnicos. O material reaproveitável é coletado pela cooperativa dos catadores que atua no local.

Como funciona
Para facilitar o trabalho, existe um calendário e um organograma de atendimento. Na véspera do recolhimento utilizam-se meios de comunicação, inclusive veículos auto-falantes para alertar à população sobre o que deve ser feito. Com isso, quem tiver qualquer tipo de entulho, reaproveitável, ou não, e queira se desfazer dele, pode colocá-lo na calçada (passeio público) obedecendo ao calendário, que os veículos e os trabalhadores braçais da Prefeitura farão o recolhimento. Ao final de cada semana, na sexta-feira, a campanha determina uma espécie de revisão em todos os bairros trabalhados, para o rescaldo de alguma sobra ou a correção de algum serviço incompleto.
A execução desse trabalho não exigiu a contratação de mais mão de obra ou de mais equipamentos pela Prefeitura. As ordens de serviço são expedidas para a empresa contratada para cuidar da limpeza urbana da Cidade e esta, por sua vez, faz a programação que entender suficiente. O volume de resíduos recolhidos, até agora, impressiona os técnicos. Para eles, falta, ainda, uma educação ambiental mais consciente por parte da comunidade. “Muita gente ainda guarda em casa, objetos e materiais dos quais não vai precisar nunca. É importante que estas pessoas entendam que grande parte disso pode ser reaproveitada em projetos de reciclagem. Outra parte, a inservível, prejudica a população, gerando mofo, bactérias, fungos, criadouros de insetos e roedores, além da exalação do mau cheiro, o que prejudica a qualidade do ambiente. De agora em diante a Prefeitura pretende repetir operações como esta, até que toda a comunidade tome consciência da necessidade de se preservar os ambientes domésticos.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...

Anápolis ainda tem muito caminho para melhorar em informação

02/06/2017

Criada em 2011, a Lei de Acesso à Informação ainda não é aplicável de forma plena por boa parte dos municípios brasile...

MP pode aliviar dívida municipal com o INSS

18/05/2017

Durante a marcha dos prefeitos à Brasília, na terça-feira,16, o Presidente Michel Temer assinou uma Medida Provisória amp...