(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Receita Federal arrecada mais de R$ 4 bi em 2017 no Município

Economia Comentários 19 de janeiro de 2018

Soma das receitas fazendária e previdenciária aumentou 19,84% e reverteu os resultados dos dois últimos anos


Depois de resultados negativos nos dois últimos anos, as arrecadações fazendária e previdenciária acumuladas na área de atuação da Delegacia da Receita Federal, em Anápolis, aumentaram 19,84% em 2017. De acordo com a Equipe de Previsão e Análise da Arrecadação da 1ª Região Fiscal, da qual a unidade de Anápolis faz parte, juntas, as duas arrecadações somaram de janeiro a dezembro do ano passado R$ 4.191 bilhões, contra R$ 3.497 bilhões no mesmo período de 2016, o que representa uma receita adicional de R$ 783.953 milhões.
Separadamente, a arrecadação fazendária acumulada em 2017 somou R$ 2.428 bilhões ante R$ 1.868 bilhão em 2016. O resultado representa um incremento de 29,99% ou um acréscimo de R$ 560.376 milhões na receita. Já, a arrecadação previdenciária passou de R$ 1.629 bilhão em 2016 para R$ 1.762 bilhão, um aumento de 8,20% ou um adicional de R$ 133.576 milhões.
Juntamente com a arrecadação acumulada ao longo de 2017, a Equipe de Previsão e Análise da Arrecadação divulgou também a estatística de dezembro. No último mês do ano, a Receita Federal, em Anápolis, registrou uma arrecadação de R$ 250.640 milhões, ante R$ 137,930 milhões em dezembro de 2016, o que significou um crescimento de 81,70% ou uma receita adicional de R$ 112.709 milhões. Na arrecadação previdenciária, o aumento foi de 14,72% e passou de R$ 184.687 milhões em dezembro de 2016 para R$ 211.868 no mesmo mês do ano passado, uma receita a maior de R$ 27.181 milhões

RANKING
Entre as sete delegacias da Receita Federal existentes na 1ª Região Fiscal, a de Anápolis ficou na quinta posição na relação das unidades que mais arrecadaram em 2017. Apesar de registrar saldo negativo, a liderança foi mantida pela Delegacia de Brasília, que teve uma arrecadação fazendária e previdenciária acumulada R$ 119.688 bilhões ante R$ 161.142 bilhões no mesmo período do ano anterior, o que representou uma queda de receita de 25,72%
No entanto, todas as demais delegacias da 1ª Região Fiscal registraram saldo positivo, com a segunda posição no ranking sendo ocupada pela unidade de Goiânia, cuja arrecadação cresceu 12,59%, passando de R$ 14.138 bilhões para R$ 15.918. A Delegacia de Cuiabá ficou na terceira posição com uma receita acumulada de R$ 10.655 bilhões contra R$ 9.586 bilhões em 2016, com um aumento de 11,16%.
Pela ordem vem a seguir a Delegacia de Campo Grande, que teve um incremento de receita de 7,82%, passando de R$ 4.949 bilhões em 2016 para R$ 5.336 bilhões no ano passado; a Delegacia de Anápolis, onde a arrecadação acumulada foi a que mais cresceu em 2017, com um aumento de 19,84% com os números acima já mencionados; a Delegacia de Palmas, cuja receita aumentou 7,59%, passando de R$ 2.391 bilhões em 2016 para R$ 2.572 bilhões e a Delegacia de Dourados, onde a arrecadação cresceu 9,17%, passando de R$ 1.979 bilhão para R$ 2.151 bilhões.
Integra, também, a 1ª Região Fiscal, a alfândega do Aeroporto de Brasília, que teve uma arrecadação fazendária e previdenciária acumulada de R$ 106.466 milhões, contra R$ 96.742 milhões em 2016, o que significa um crescimento de 10,05%; a Inspetoria da Receita Federal em Mundo Novo, onde a receita passou de R$ 2.874 milhões para R$ 4.293 milhões; a Inspetoria de Corumbá (MS), onde a arrecadação acumulada foi de R$ 27.841 milhões, contra R$ 9.273 milhões em 2016 e a Inspetoria de Ponta Porã, cuja receita passou de R$ 10.364 milhões para R$ 14.698 milhões. Apesar do registro de crescimento da arrecadação em todas as suas unidades, a receita da 1ª Região Fiscal teve uma queda de 18,77% no ano passado, com uma arrecadação de R$ 160.668 bilhões, contra R$ 197.795 bilhões em 2016.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ações do Polo de Defesa vão gerar impactos positivos na economia

20/09/2018

Com localização estratégica, no centro geográfico do país, notável base infraestrutural, logística competitiva e atrat...

Soja e banana são os destaques na produção agrícola de Anápolis

20/09/2018

As lavouras de soja em grão ocupam 4.550 hectares de área plantada no Município de Anápolis, com produção estimada em 1...

Câmara Municipal começa a apreciar mais mudanças no Código Tributário

20/09/2018

Começou a tramitar esta semana na Câmara Municipal de Anápolis, o Projeto de Lei de iniciativa do Executivo que dispõe so...

Programa Nota Anapolina Premiada deve começar no mês de outubro

14/09/2018

A Prefeitura de Anápolis, através da Secretaria Municipal da Fazenda, deve publicar, na semana que vem, o decreto com as re...