(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Quiropraxia é opção para tratamento na coluna

Saúde Comentários 24 de julho de 2015

Técnica que promove o realinhamento cervical é utilizada para tratar problemas que, até então, só seriam resolvidos por meio de cirurgia. Especialistas indicam ‘bons hábitos’ que podem evitar complicações futuras na coluna vertebral.


Passar por cirurgia é o medo de muitas pessoas. Ainda mais quando o local a ser operado é a coluna. Apesar de não eliminar totalmente a possibilidade de intervenção cirúrgica, a Quiropraxia tem apresentado bons resultados em pessoas que sofrem com dores na coluna; hérnias de disco, dores ciáticas (relacionadas ao nervo ciático) e tantos outros males que podem causar transtornos, dores e, até, dificuldades no exercício de atividades diárias.


A Associação Brasileira de Quiropraxia (ABQ), em seu website, define que ‘segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Quiropraxia é uma profissão da saúde que lida com o diagnóstico, tratamento e a prevenção das desordens do sistema neuro-músculo-esquelético e dos efeitos destas desordens na saúde em geral. Há uma ênfase em técnicas manuais, incluindo o ajuste e/ou a manipulação articular, com um enfoque particular nas subluxações’.


Wolney Haas Junior é um quiropraxista habilitado. Ele, que possui uma clínica em Anápolis, define que a técnica é “como se fosse manipulação vertebral”, em que o especialista faz movimentos “para realinhar os ossos da coluna”. O tipo de procedimento a ser realizado no paciente e a duração do tratamento - até três meses - são definidos após exames Raios-X na coluna.


“A Quiropraxia é a única profissão na área da saúde que está focada na correção dos problemas da saúde (relacionados à coluna)”, reforça, citando que as causas das dores e demais sintomas são foco do tratamento quiroprático. Quedas, acidentes, má-postura e estresse estão entre os fatores que podem levar a problemas na coluna. “A coluna é como se fosse uma capa, protegendo a medula e os nervos, que acabam sendo a distribuição elétrica do nosso corpo. O que distribui toda a energia são os nervos”, explica.


Quando as vértebras pressionam os nervos, ocorre um mau funcionamento da coluna. Quaisquer sintomas nesta região do corpo podem ser um sinal de necessidade de tratamento quiroprático, explica. Entre as queixas apresentadas por pacientes estão hérnia de disco; dor lombar, no pescoço, cabeça, coluna e articulações. A Quiropraxia também promove o tratamento de escoliose, bico-de-papagaio, por meio da chamada retificação cervical.


 


Osteopatia


Em Anápolis, a Osteopatia, também, é uma forma de tratamento na coluna. O fisioterapeuta osteopata Fernando Assunção Miranda a define como uma “técnica manual, onde o terapeuta faz o trabalho em cima do problema do paciente. Nós temos atendido mais casos de problema de coluna que, hoje, atingem a cerca de 80% da população mundial”. Por meio do tratamento é promovida uma “reestruturação, desde crânio; cervical; torácica, quadril, joelho, com o objetivo de descobrir onde está o problema do paciente”.


 


Os profissionais osteopatas realizam as chamadas manipulações de coluna, vísceras, músculos e realizam inibições musculares. A diferença com outros procedimentos para a coluna é que a Osteopatia, em sua modalidade pura, “não utiliza equipamentos”. Ainda, conforme Fernando Assunção, é feito um “diagnóstico global das estruturas do paciente, como ligamentos, ossos e articulações, para ver o que está gerando aquela disfunção”. Uma mesa de tração é utilizada para a diminuição da pressão no disco da coluna afetado em pacientes com hérnia de disco.


Trabalhadores da indústria podem ser atingidos com diversos problemas na coluna, como acrescenta o especialista em Osteopatia: “Hoje em dia já existe um processo de conscientização dentro das indústrias, mas, não tem jeito. Você acaba pegando alguns pacientes devido a movimentos repetitivos, a posturas viciosas, que chegam com graves problemas na coluna, com dificuldades para caminhar, para dormir, para sentar”.


Ele informa que os maus hábitos respondem pela maioria dos casos de problemas na coluna. “Não só no trabalho. Maus hábitos no sono, maus hábitos no lazer, no esporte, no seu dia-a-dia. A população tem que ser muito bem educada para melhorar e diminuir a incidência dessas lesões da coluna”, alerta. Entre ações para evitar complicações cervicais e vertebrais estão sentar-se de maneira correta em frente ao computador, adotar uma correta postura ao dormir e evitar movimentos exagerador de flexão e rotação do tronco.


Assim como na Quiropraxia, em alguns casos, o tratamento com a Osteopatia evita que o paciente necessite passar por cirurgia. “Existem casos em que a gente consegue tirar o paciente da mesa de cirurgia, paciente que já está com cirurgia marcada, que tem, às vezes, uma hérnia grave, mas que responde bem na avaliação”, exemplifica Fernando Assunção. “Você consegue dar uma qualidade de vida e preparar este paciente para ele conviver com este problema sem sentir dor o resto da vida”, explicita.


 


Evitando a cirurgia


Wagner Luiz Rossi é quiropraxista. Ao ser questionado se alguns pacientes com problemas na coluna são encaminhados para um cirurgião, ele declara: “É o contrário. Nós aqui evitamos a cirurgia”. Rossi informa que o índice de sucesso do tratamento quiroprático é de 95%. Ele acrescenta que no Brasil esta especialidade “é menos difundida” do que em países como os Estados Unidos. O tratamento quiroprático, também, é voltado a pacientes que sofrem sequelas ao carregarem excesso de peso. “Às vezes eu vejo um jovem levantando 150, 180 quilos de peso nas pernas”, observa Wagner Rossi. “Isso é um absurdo”, declara. Ainda conforme informou, a Fisioterapia pode ser um tratamento adicional à Quiropraxia.

Autor(a): Felipe Homsi

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Cirurgias pediátricas tem fila de espera reduzida

18/08/2017

Já medicado, o garoto J.B.N., 4, demonstrava tranquilidade, ao entrar no centro cirúrgico do Hospital Evangélico, para rea...

Goiás ocupa a terceira posição no ranking nacional em transplante de córneas

18/08/2017

Em Goiás, são realizados transplantes de córneas, rins, coração e medula óssea, sendo que o de córneas é o mais comum...

Franquia Oral Sin se instala em Anápolis

10/08/2017

Acaba de chegar em Anápolis a primeira franquia Oral Sin Implantes. O empresário e odontólogo Leonardo Lara recebe convida...

Município deve receber mais recursos para medicamentos

03/08/2017

Definido no último dia 31 de março, o fechamento das unidades próprias do programa Farmácia Popular deve otimizar a utili...