(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

“Quero terminar bem a Administração. O resto é consequência”

Política Comentários 01 de agosto de 2010

Em entrevista exclusiva para o CONTEXTO, o prefeito Antônio Gomide analisa os avanços que Anápolis vem tendo nos últimos anos e, também, os principais desafios de sua administração, como nas áreas da saúde e do trânsito. Ele fala, também, sobre o resgate do prestígio político do Município e da parceria com o atual governador, Alcides Rodrigues.


Em entrevista exclusiva para o CONTEXTO, o prefeito Antônio Gomide analisa os avanços que Anápolis vem tendo nos últimos anos e, também, os principais desafios de sua administração, como nas áreas da saúde e do trânsito. Ele fala, também, sobre o resgate do prestígio político do Município e da parceria com o atual governador, Alcides Rodrigues.
Ainda no campo político, a reportagem procurou saber suas aspirações em relação ao futuro. Ou, mais especificamente, a uma eventual candidatura à reeleição. Em resposta, Gomide não disse que sim, mas também não negou essa possibilidade. No entanto, afirmou, categoricamente, que a sua missão é terminar bem os quatro anos de mandato. Confira a entrevista:


Contexto - O senhor acredita que a sua administração, a primeira do Partido dos Trabalhadores em Anápolis, esteja fazendo um novo momento na história do Município?

Gomide - Entendo que a cidade, hoje, comemorando 103 anos, vive um bom momento administrativo e político. Conseguimos resgatar a autoestima do povo anapolino, temos mostrado, dentro na nossa gestão, o equilíbrio financeiro, administrativo e um planejamento que faça com que as obras cheguem dentro da velocidade que o Município necessita com o seu crescimento. Então, a nossa gestão traz uma forma concreta de o cidadão resgatar a credibilidade no gestor, buscando o envolvimento da população e dos segmentos como a Acia (Associação Comercial e Industrial), a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), das igrejas católicas e evangélicas, os centros espíritas, as associações de moradores fazendo, portanto, com que a Administração esteja bem perto do cidadão e, com isso, temos o reflexo de uma cidade que se posiciona cada vez melhor no cenário nacional.

Contexto - O senhor falou sobre o resgate da posição política de Anápolis. Hoje, sua administração tem um relacionamento considerado muito bom com o governador Alcides Rodrigues, mesmo fazendo campanha em palanques diferentes. A que o senhor atribui essa boa convivência?

Gomide - Isso é reflexo da maturidade política que nós temos e entendemos que o gestor deve ser o líder maior para poder conversar com todas as forças políticas existentes, independentemente se é uma força política que apóia, ou não, o governo em que estejamos. Nós temos conversado, inclusive, com os adversários político-partidários, entendendo a força que eles, também, possam somar naquilo que venha melhorar a cidade. Não temos dificuldades em conversar com o Democratas, com o PSDB, com PMDB, PT, PDT. Conversamos com todos os partidos e é nessa forma de pensar que temos mostrado que Anápolis deu um passo à frente, não tendo mais divergências que atrapalhavam o crescimento da Cidade. A convivência que nós temos com o Governador, com os partidos políticos, traz uma forma concreta para que a cidade possa crescer mais, melhorando a sua relação política. Então, o meu entendimento é que numa campanha importante como esta, é fundamental a continuidade ao projeto que tem dado certo para a cidade de Anápolis. Nós temos lado na política, mesmo sabendo que temos de estar acima das questões partidárias.

Contexto - Quem acompanha a administração tem verificado bons resultados em várias áreas, mas, também, observado desafios em outras, como a área de saúde. O senhor vê a saúde como um dos grandes desafios do Governo Municipal?

Gomide - Nossa administração tem trabalhado forte em todas as áreas. Fazemos o planejamento e ações específicas em cada área: na infra-estrutura temos várias frentes de asfalto; na parte de saneamento; temos fortes investimentos na área de educação e na saúde também temos investido muito no sentido de melhorar a urgência e emergência quando melhoramos o SAMU, a Vigilância Sanitária, as unidades básicas de saúde com o Programa Saúde da Família; reformamos, inicialmente, 30 unidades do PSF e, agora, mais 13; fizemos o plano de cargos específico para o servidor da saúde melhorando os salários tanto do PSF quanto das unidades básicas. No Hospital Municipal, estamos dentro de um processo de reforma permanente, com a remodelação de todo laboratório de diagnóstico, fizemos e estamos entregando um novo Centro Cirúrgico para que possamos fazer as cirurgias eletivas que há muitos anos deixaram de ser feitas, pois o Hospital Municipal não dava resultados positivos à sociedade. Teremos o Centro de Diagnóstico que será inaugurado em setembro, inclusive, já fizemos a licitação para a compra dos equipamentos, dentre eles um tomógrafo, ressonância, raios-X. Também colocamos o Cais do Jardim Progresso para funcionar 24 horas, contratamos mais de 40 médicos para cobrir os plantões ali e no Hospital Municipal. Temos hoje mais de 80 médicos atendendo à população. Então, conseguimos ampliar e fazer com que a saúde pudesse sair daquela luz vermelha que havia no início da nossa gestão. Agora, reconhecemos que este é um processo contínuo e tem de ser permanentemente colocado como um desafio. Quero informar que já licitamos, já assinei o contrato para dar ordem de serviços ainda neste segundo semestre, para começarmos a Unidade da Mulher, que é uma forma de descentralizar as ações do Hospital Municipal, com ações específicas para as mulheres, num investimento de em torno de R$ 1,4 milhão do tesouro Municipal. Temos o Centro de Especialidades Odontológicas que hoje é uma referência nacional e agora teremos outro com a unidade da Jaiara que era do Estado e passou à gestão municipal. A saúde, portanto, como as outras áreas, tem um carinho especial, porque sabemos da demanda que existia e que isso não vai acabar do dia para a noite, a ação tem que ser permanente para dar respostas positivas.

Contexto - Outro desafio de algum tempo é a questão do trânsito no centro de Anápolis. Como a sua administração tem encarado esse problema?

Gomide - Vejo como fundamental a educação para o trânsito. Nós não temos condição de investir na cidade sem fazer esse investimento na educação do trânsito com folhetos, abordagens, trabalhando os agentes de trânsito (amarelinhos). Outra questão muito importante é que nesse processo, a gente dê prioridade ao pedestre. Ai entra a questão das calçadas. Mas, também, temos feito intervenções importantes no trânsito como na rotatória da Fayad Hanna com a Avenida Brasil para desafogar o tráfego naquele local; trocamos os semáforos para melhora a visualização e melhorando o sistema de integração. Mas, sabemos que é um problema, pela quantidade de veículos e as ruas estreitas que nós temos. Estamos desenvolvendo um planejamento para que tenhamos um novo sistema de transporte coletivo, mostrando que ele precisa ser, cada vez, mais viável, porque carrega um número maior de pessoas. Na licitação que estamos fazendo, queremos garantir que seja um transporte privilegiado. Nós priorizamos vias de acesso para esse transporte. Então as ações estão sendo feitas, inclusive, melhorando o asfalto em várias vias como as avenidas São Francisco, Brasil e a Rua Leopoldo de Bulhões, que foi totalmente restaurada. São vias importantes que estavam deterioradas. Estamos trabalhando o Plano de Mobilidade Urbana, a questão dos viadutos. Este ano vamos licitar um viaduto na confluência das avenidas Contorno e Universitária para podermos iniciar a obra já no ano que vem. O que é permanente e temos feito essa cobrança junto à CMTT é a educação para o trânsito e, ao mesmo tempo, melhorarmos a infra-estrutura e as mudanças de trafegabilidade nos pontos críticos. Mas nós temos que fazer com que os condutores de veículos - leves e pesados - possam ver as mudanças e colaborar nesse processo com a Cidade.

Contexto - O governo do senhor hoje é bem avaliado. Isso já o leva a pensar em algum projeto político futuro? De reeleição, por exemplo?

Gomide - A minha missão é uma missão de prefeito. Quero encerrar bem o meu mandato de quatro anos. Estou focado na cidade, não estou aqui e nem a nossa equipe, como disse na posse, que a nossa equipe de trabalho não estaria aqui para sair candidato. E isso foi comprovado. A nossa equipe tem um trabalho planejado para os quatro anos, tanto que mesmo com toda campanha não perdemos nenhum secretário. Pelo contrário, nós implantamos a reforma administrativa e ampliamos para que possamos fazer com que as secretarias deem uma melhor resposta à sociedade, com uma prestação de serviço cada vez melhor ao cidadão. Então, tivemos aí as novas secretarias de Cultura; Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, e a de Administração, separada do Planejamento. Então, o meu projeto político é para que, focado na administração, estar atendendo todas as demandas que não são poucas aqui em Anápolis. E eu sei que vou sair e ainda vai ter muita coisa que gostaria de ter feito e não vou conseguir, mas o meu objetivo nesse momento é dedicar cem por cento do meu tempo para cumprir essa missão de prefeito, satisfazendo os anseios e demandas que estavam atrasadas há muitos anos quando nós chegamos ao governo. E nós estamos cumprindo essa tarefa, através de metas e de planejamento. Cumprir o que for possível, sabendo que não vamos dar conta de tudo. Mas cumprir e executar bem o que planejamos e, com isso, a cidade reconhecer que é possível fazer uma administração centrada, focada, honesta, sincera e que tenha zelo pelo dinheiro público.

Contexto - Mas é um caso a pensar?

Gomide - Não. Neste momento estou pensando apenas que a gente possa fazer e fechar uma administração bem. O resto é consequência.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...