(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

“Quero ser cobrado pelo trabalho que realizar na Assembleia Legislativa”

Política Comentários 13 de dezembro de 2018

Eleito pelo PP, representante de Anápolis fala sobre a preparação e os desafios com vistas ao cumprimento do mandato


Um marinheiro de primeira viagem experiente. Assim pode ser traçado um rápido perfil do Coronel Adailton Florentino do Nascimento. Nas eleições de outubro deste ano, ele carimbou o passaporte para compor uma das 41 vagas na Assembleia Legislativa de Goiás e, a partir de 1º de janeiro, vai representar Anápolis e vários outros municípios no parlamento goiano, levando na bagagem muito do que viveu e aprendeu na vida e no serviço público.
Na eleição passada, Cel. Adailton, como é mais conhecido, obteve 11.616, um pouco mais da metade conquistados em Anápolis e os demais esparramados por diversos municípios onde tem ligações e fez campanha. Aliás, esta foi a primeira batalha eleitoral de que ele participou e, justamente, num ano atípico e de um cenário marcado por muitas novidades no processo político/eleitoral.
O deputado eleito lembra que já havia sido sondado para ser candidato a vereador, mas declinou do convite. No ano passado, novamente, seu nome foi cogitado para disputar uma cadeira na Assembleia. Ele analisou a proposta com amigos e correligionários políticos e decidiu encarar o desafio, dentro do PP.
Coronel da Reserva da Polícia Militar, Adailton Florentino narra que saiu para a disputa com o foco voltado em buscar o apoio das instituições de segurança: PM; Bombeiros, Polícia Civil, dentre outras. “Mas, acabamos abraçando outras causas. Tivemos uma aceitação grande na comunidade em geral e dentro das corporações”, assinalou, acrescentando que fez uma campanha “franciscana”, já que não obteve recursos nem mesmo do seu partido. “Foram recursos próprios e doações de amigos”, sintetizou, acrescentando que centrou a campanha em Anápolis, onde estão as suas raízes, mas passou por várias cidades como Nerópolis; Cocalzinho de Goiás; Pirenópolis (sua cidade natal); Abadiânia; Brazabrantes, Nova Veneza e várias outras. Resultado: votos espalhados em 166 cidades de Goiás.
Vencida a batalha das urnas, o Cel. Adailton se prepara para assumir o cargo. No dia 19 próximo, em solenidade no auditório do Tribunal de Contas do Estado, ele e os demais eleitos serão diplomados pelo Tribunal Eleitoral Regional, no penúltimo ato do processo eleitoral de 2018. O último será a posse, em 1º de janeiro. Mas, só em fevereiro, haverá o início dos trabalhos de plenário da Assembleia.

Posicionamento
Com frequência, nas entrevistas que concede à imprensa, o Deputado eleito, Cel. Adailton é questionado sobre o seu posicionamento em relação ao Governo de Ronaldo Caiado, que, também, se inicia a partir de 1º de janeiro. De forma enfática, ele ressalta que, com orgulho, participou dos governos anteriores. “Trabalhei com Marconi Perillo, Alcides Rodrigues, José Éliton na chefia do Gabinete Militar e na Superintendência Executiva da Secretaria de Governo”. Dessa forma, espera adotar uma posição de independência, “em respeito àqueles que votaram em mim”, disse, acrescentando, entretanto, que estará pronto a votar favorável a tudo o que for positivo para Goiás e, em especial, para Anápolis. “Se chegar a ser oposição, farei uma oposição séria”, sublinha.
Cel. Adailton destaca que estará conversando com os demais eleitos - Amilton Filho (SD) e Antônio Gomide (PT) - a fim de garantir uma base coesa em defesa dos interesses de Anápolis na Assembleia Legislativa. Segundo observou, a conversa está mais adiantada com o deputado eleito Amilton Filho, que é da base do Prefeito Roberto Naves (PTB), por entender que é necessário dar este apoio à Administração, num momento em que a representação política do Município teve um aumento significativo, saindo de um para três representantes. Poderia, até, ser mais. Mas, qualitativamente, a Cidade estará bem representada na próxima legislatura. “Quero ser cobrado no exercício do mandato”, avisa Cel. Adailton, enfatizando que a eleição não termina com o voto. É necessário que o parlamentar tenha conhecimento das demandas para que possa atuar pela comunidade. Ele afiançou, também, que pretende manter um bom diálogo com os representantes da região na Câmara Federal, dentre eles, o Deputado Federal Rubens Otoni (PT) e Adriano Avelar (do Baldy), que é do seu partido, o PP que, embora não seja de Anápolis, tem ligações muito próximas pelo trabalho que desempenhou ao lado do deputado e ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

Projetos
Sobre o trabalho que pretende desenvolver, o deputado eleito Cel. Adailton enfatiza que buscará dois pilares fundamentais: a segurança e a educação. No primeiro caso, ele registra que já esteve em conversa com o 3º Comando Regional da Polícia Militar e atuará em duas demandas iniciais: a mudança de estrutura da 31ª Companhia Independente (CPE) para um local mais adequado e a integração das forças de segurança, inclusive, diz, não apenas as públicas, mas também o setor privado. “Precisamos trabalhar juntos, porque o nosso inimigo é o mesmo e nós não podemos perder a batalha”, pontua, acrescentando que a integração já tem um caminho bem andado em Anápolis, através de parceria com a Prefeitura, citando a recente implantação da Força Tática.
Em relação à educação, Cel. Adailton estuda um projeto para levar ao plenário da Assembleia, buscando inserir na rede de ensino estadual, de uma maneira em geral, conteúdos que fazem parte da grade dos colégios militares. Na sua avaliação, é importante que a juventude tenha conhecimentos de moral e civismo, cidadania, disciplina, hierarquia, que podem ser ministrados sob orientação de pessoal especializado e treinado pela própria PM.
Além disso, Cel. Adailton sinaliza que vai trabalhar para que Anápolis possa ganhar mais uma - a quinta - unidade do Colégio Militar, visto que a demanda por vagas, conforme observa, ainda é muito grande.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Deputado Coronel Adailton preside CPI das Universidades

26/04/2019

O deputado estadual Coronel Adailton (PP), foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia ...

Projeto prevê estender mandato de prefeitos e vereadores

25/04/2019

O Prefeito Roberto Naves e os 23 vereadores de Anápolis podem ganhar mais dois anos de mandato, assim como os demais prefeit...

Prazo para a regularização de imóveis será ampliado até o final de dezembro

25/04/2019

A Câmara Municipal aprovou, em dois turno de votações, em sessões ordinárias ocorridas na última quarta-feira, 24/04, o...

Projeto prevê proteção dos direitos da pessoa com autismo

17/04/2019

O Deputado Estadual Amilton Filho (SD) apresentou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que institui em Goiás a Políti...