(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

"Quando o governante é indulgente, o povo é virtuoso. Quando o governante é rigoroso, o povo prevarica." (Lao-Tse)

Contexto Político Comentários 18 de dezembro de 2009


Apoio
Pela primeira vez, em muitos anos, a Prefeitura de Anápolis decide apoiar um time de futebol. Para o Campeonato Goiano de 2010, o Governo Municipal pretende incentivar, dentro do que for possível e dentro do que for legal, a Associação Atlética Anapolina. Ainda mais que o time veste camisas vermelhas. Coincidentemente, ou não, a cor do PT.

De quem é?
Campanha publicitária do Governo de Goiás, mostrada na televisão, cita obras do Governo Federal como se fossem do Estado. Dentre elas, as moradias do programa Minha Casa, Minha Vida e, pasmem, a Ferrovia Norte Sul. Pode?

Manga madura
Do que se sabe, tem gente ocupando cargo importante em Anápolis que está “cai-não-cai”. Ou seja, igual a manga madura no pé. Se forem confirmadas as especulações, é coisa para os próximos dias. Ah, credo!

Delegado
Há, na Câmara Municipal, um movimento encabeçado por alguns vereadores, dentre eles Carlos Antônio (PSC) e Cabo Jacinto (PR), para que o próximo delegado regional da Polícia Civil seja escolhido entre os que já atuam no Município. É que o atual, Jerônimo Rodrigues, estaria de saída.

Competente
Pedro Mariano, vereador do PP, é o que se pode chamar de agenda positiva. Avesso a badalações, entrevistas em rádio e TV, não frequentador de restaurantes chiques, nem afeito a ternos caríssimos (como muitos dos atuais parlamentares) destaca-se pela competência. É o único da atual legislatura que conseguiu transformar em lei, nada menos que cinco projetos de sua autoria. Os demais, inclusive os que se acham eruditos e politizados, não conseguiram aprovar um projeto sequer. E agora?

Prestígio
O deputado federal Rubens Otoni (PT) mostrou seu prestígio ao conseguir que o Ministro da Justiça, Tarso Genro, se deslocasse de Goiânia para Anápolis, na quarta-feira, 16.

Pirraça?
Parece pirraça, mas a CMTT insiste em não atender aos moradores, usuários e transeuntes da Avenida 24 de Agosto, trecho em frente ao Conjunto Mirage, colocando ali um redutor de velocidade, uma lombada eletrônica, ou, uma simples faixa para pedestres. Fazer o quê?

Agora pode?
A ocupação de áreas públicas (pequenas, médias e, até, grandes) está mais comum do que nunca em Anápolis. Não se sabe se por vistas grossas, ou por falta de competência da fiscalização. O certo é que, aos poucos, a paisagem urbanística da cidade está se modificando.

Extra
O que muita gente está querendo saber: por que a Prefeitura deixou para “a última hora” a apreciação da nova planta de valores imobiliários, inclusive com o pagamento de sessões extras para os vereadores? Seria o saco de bondades do Natal para os parlamentares?

Desencanto
Curiosamente, os chamados grandes jornais, incluindo os jornais políticos de Goiânia, arrefeceram os ânimos quanto ao noticiário envolvendo Anápolis. Até há alguns meses atrás, todo dia saía uma notícia referente à vida política anapolina. De repente, esfriou tudo. Seria falta de assunto, ou falta de incentivo?

No tema
Assunto puxa outro. Um importante órgão público que despendia afetuosos, confortáveis e generosos recursos para fins publicitários, estaria sendo chamado, por quem de direito, a justificar tais gastos.

Agonia
Vai demorar mais algum tempo, provavelmente até março, para que os anapolinos saibam da realidade sobre o IPTU 2010. Gente que sempre atuou na especulação, mantendo centenas de lotes, aguardando os benefícios do asfalto e da água encanada, sem pagar um centavo de imposto, está morrendo de medo. E é pra ficar, mesmo...

Ficou pior
A administração passada foi duramente criticada pelos atuais governantes, por haver realizado as obras da Rua Pérola, no Jardim Ana Paula, em tempo chuvoso. E não é que o erro se repete agora? A citada rua está intransitável, devido aos buracos feitos para a implantação da rede coletora de águas pluviais. E, pelo jeito, os moradores vão ficar um bom tempo amargando a situação.

Ostracismo
Não foi somente a professora Marisa Espíndola, entre os ocupantes de cargo de confiança em governos passados, que ficou relegada ao ostracismo na atual administração. Outros servidores de carreira, de reconhecida capacidade, estão jogados em alguns cantos da Prefeitura. Enquanto isso, vários pelegos que mudaram de galho dias antes de acabar o governo passado, se deram bem. Que coisa, hein?

Aniversariantes
Virou lugar comum em Goiás as lideranças políticas disputarem quem faz a maior festa de aniversário. A moda, lançada por Íris Rezende, é copiada por vários outros líderes políticos do Estado.

Sem nomes
A pouco mais de nove meses das eleições, os partidos políticos em Anápolis ainda não ensaiaram o lançamento de nomes consistentes para disputarem cargos eletivos. E lembrar que haverá eleições para 41 deputados estaduais; 17 deputados federais; dois senadores com dois suplentes cada, vice-governador e governador. Anápolis tem mais de 220 mil eleitores, número que decide qualquer eleição no Estado. Mas, a letargia política do Município é desalentadora.
O que mais dificulta, entretanto, é a falta de sintonia e a falta de organização dos partidos. Muitos deles ainda funcionam precariamente, com comissões provisórias. Os políticos locais preferem ficar na dependência do que for decidido em Goiânia. Nos últimos tempos, até no que for decidido em cidades menores. A Anápolis restam migalhas. A representatividade política da Cidade vem diminuindo, estando hoje restrita a um deputado federal e um deputado estadual, assim mesmo, dividindo o tempo e a atenção com outros municípios.
A culpa, certamente, não está no eleitor. O que acontece, conforme se pode apurar é que as antigas lideranças políticas da Cidade não cuidaram da preparação de seus substitutos. Enquanto em outros municípios os principais líderes têm seus grupos de apoio, em Anápolis a vaidade e a disputa por cargos no Governo, nos últimos tempos, falaram mais alto. O resultado disso é que, embora seja o município economicamente e, até, socialmente, mais importante do interior, Anápolis, há anos, não se impõe como potência político/eleitoral como chegou a ser no passado. Vergonhosamente.

Exportando
A professora Ângela Buta, que até este ano dirigiu a Escola SESI na Vila Jaiara (Centro Social “Branca de Lima Porto”) foi promovida na instituição. Ela, agora, é coordenadora regional do setor pedagógico. Trata-se, portanto, de mais um valor anapolino conquistando espaços em nível estadual.

Afinando
Esta semana, Jorge Matsubara, ex-homem forte do Governo Ernani de Paula, dividia mesa com Dilmar Ferreira, jornalista de O Anápolis, no Brasil Park Shopping. Assunto da política local, certamente. Dilmar, quando vereador, foi ferrenho crítico da administração Ernani. Depois, ficaram amigos.

Ele vem
O Senador Marconi Perillo (PSDB) deverá estar em Anápolis nesta quarta-feira, 23, para uma série de contatos. Às 10:30 horas ele concede entrevista ao programa Fatonotícia, na Rádio Imprensa. Antes, porém, faz uma visita pra lá de intrigante: vai estar com o prefeito Antônio Gomide (PT), no Gabinete Municipal. Desse encontro, com certeza, sairão novidades.

Em dia
Servidores da Prefeitura recebem o salário de dezembro no começo da semana. Todo mundo, inclusive os aposentados, vai passar o Natal com dinheiro no bolso. A garantia é do secretário municipal da Fazenda, José Roberto Mazon. Desta forma, fica cada vez mais distante o tempo em que as compras de fim de ano eram verdadeiros pesadelos para esse pessoal. Muito bom.

Imposto
Os talões do Imposto Predial e Territorial Urbano de 2010 somente vão chegar aos domicílios em fevereiro. Nos anos anteriores, normalmente, ele chegavam em janeiro. Assim sendo, os contribuintes terão, pelo menos, um mês de prazo para juntarem dinheiro depois das compras de Natal e do material escolar.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Contexto Político

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.627

22/06/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.626

15/06/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.625

09/06/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.624

02/06/2017

Contexto Político...