(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Qualificação profissional é definida entre Prefeitura e Ministério

Cidade Comentários 29 de dezembro de 2017

Recursos vão contemplar 500 trabalhadores em seis cursos que começam a ser ministrados no primeiro trimestre de 2018


Destinado à qualificação profissional de trabalhadores locais, a Prefeitura de Anápolis assinou na tarde desta quinta-feira,28, um convênio com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), no valor de R$ 1 milhão, para a realização de seis cursos que serão ministrados a partir do início do primeiro trimestre de 2018. A solenidade, muito concorrida, contou com as presenças do prefeito Roberto Naves; do secretário nacional do Ministério do Trabalho e Emprego, Igor Franco; deputado federal Jovair Arantes; deputado estadual Henrique Arantes; vereadores, secretários municipais e várias outras autoridades civis e militares.
Criado pelo MTE, o programa recebeu a denominação de Qualificar Brasil, contemplando Anápolis como a primeira cidade goiana a assinar o convênio para a implantação de cursos de qualificação profissional, escolhidos de acordo com as demandas das empresas instaladas no Município. No Estado, o mesmo convênio será assinado nesta sexta-feira, no valor de R$ 6 milhões, contemplando outras cidades que não foram reveladas, exceto Goiânia que vai receber uma verba de R$ 1,2 milhão para a mesma destinação.
De acordo com os deputados Jovair Arantes e Henrique Arantes, proporcionalmente, Anápolis recebeu um valor superior ao de Goiânia porque a cidade é sede do maior pólo industrial de Goiás, necessitando, por isso, de ser contemplada para atender a demanda das empresas por trabalhadores com qualificação profissional. “A cidade e as empresas daqui vão ganhar muito com esse convênio”, garantiu o deputado Jovair Arantes, ao defender a tese segundo a qual o Brasil precisa avançar muito em sua política de qualificação profissional e se espelhar em países avançados que investem pesado em qualificação de seus trabalhadores, como forma de fortalecer sua economia e a melhoria da qualidade de sua produção.

PRIVILÉGIO
De sua parte, o secretário nacional do Ministério do Trabalho e Emprego, Igor Franco, em breve discurso, afirmou que o convênio assinado com a Prefeitura de Anápolis foi muito bem direcionado porque, segundo ele, apesar da existência de mais de 12 milhões de desempregados em todo o País, “existem disponíveis no mercado de trabalho mais de 1 milhão de vagas que não são preenchidas por falta de qualificação profissional”. Para ele, a assinatura do convênio é um privilégio concedido pelo MTE, tendo em vista o conhecimento que o órgão tem sobre a cidade, sobre o seu pólo industrial e as demandas das empresas por profissionais com qualificação”. Ao final de sua fala, Igor Franco prometeu aumentar o valor do convênio em 2018, sem antecipar índice e data, mas admitindo que poderá chegar a R$ 3 milhões.
Na mesma solenidade, falaram também o presidente da Câmara, vereador Amilton Batista Filho e o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda, Rodolfo Valentin, que disse que a assinatura do convênio será uma marca na administração do prefeito Roberto Naves. De acordo com Rodolfo Valentin, hoje Anápolis supera Goiânia e Aparecida de Goiânia na oferta de empregos devido a política de qualificação implementada pela atual prefeito, com um aumento de 47% de vagas de empregos formais em relação a 2016. Ele informou que o convênio vai proporcionar 500 vagas, distribuídas entre os cursos de mestre de obras, alimentador de linha de produção de fármacos e medicamentos, operador de caixa, vendedor e assistente administrativo.
O último a falar foi o prefeito Roberto Naves, que atribuiu ao deputado Jovair Arantes seu empenho pessoal junto ao governo federal para que Anápolis fosse contemplada com a assinatura do convênio com o Programa Qualificar Brasil. O prefeito aproveitou a oportunidade para lembrar que o deputado Jovair Arantes tem oferecido apoio constante aos pleitos de Anápolis junto ao Governo Federal, relacionando diversos projetos aprovados e com recursos liberados para obras e serviços nos ministérios da Saúde, Turismo, Transporte, Educação e Esportes. “Agradeço ao deputado por todo o seu empenho em favor dos interesses da Anápolis junto ao governo federal”, disse Roberto Naves, revelando que mesmo com a crise que o País e o Governo vêm enfrentando, em seu governo Anápolis conseguiu quatro vezes mais a liberação de recursos federais em relação a 2016.

Autor(a): Ferreira Cunha

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

LDO estima receitas e despesas em mais R$ 1,5 bilhão para Anápolis em 2020

17/04/2019

O Prefeito Roberto Naves encaminhou à Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar (PLC nº 008/2019) dispondo sobre a L...

Procurador da Enel diz que empresa investirá cerca de R$ 6 bilhões

17/04/2019

Já quase na etapa final da sessão da CPI da Enel em Anápolis, o advogado da empresa, Lúcio Flávio de Paiva, teve a palav...

Ações do Governo de Goiás em Anápolis começam pelo DAIA

13/04/2019

O Governador Ronaldo Caiado (DEM) cumpriu agenda em Anápolis nesta quinta-feira 11/04. Foi a primeira vinda dele ao Municíp...

Fechamento da Delegacia da Receita Federal gera apreensão em Anápolis

13/04/2019

O possível fechamento da Delegacia da Receita Federal em Anápolis tem gerado preocupação em diversos setores da sociedade...