(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Qual será o futuro da aliança em Anápolis?

Política Comentários 13 de maio de 2011

A bancada peemedebista se apresenta dividida no Plenário da Câmara Municipal. Um vereador elogia, o outro critica a administração Antônio Gomide, dando a entender que haja uma ruptura mais significativa


O relacionamento entre o PT e o PMDB, em Anápolis, já foi melhor num passado recente, mesmo quando ainda sob o comando do casal Adhemar Santillo e Onaide, esta última, derrotada nas urnas pelo atual prefeito Antônio Gomide. O problema, hoje, não é nem com o partido como um todo, mas com uma de suas lideranças, o vereador Wesley Silva que, na última semana, teceu críticas à administração petista, mais especificamente, relacionadas à pasta da infraestrutura comandada pelo engenheiro Clodoveu Reis Pereira, que já foi vereador pelo PT e atualmente está filiado ao PSB.
Na tribuna da Câmara Municipal, usando o espaço do grande expediente, onde os vereadores têm 20 minutos para falar sobre temas de seu interesse, Wesley Silva, criticou o programa “Asfalto para Todos”, um dos principais alicerces da campanha de Gomide rumo à Prefeitura. A proposta é levar asfalto a todos os bairros que não contam com o benefício. Mas, o vereador disse não acreditar mais no programa na forma como este vem sendo executado. “Estão falando muito e agindo pouco”, bradou o vereador, num autêntico discurso de oposicionista. E mais: indagou se o programa seria “uma promessa de campanha ou uma obra eleitoreira?”
O vereador fez também um desafio, dizendo que a ponte que rodou na GO-222 entre Anápolis e Nerópolis, vai ficar pronta, primeiro, do que ponte da Avenida Ana Jacinta, na Vila Santa Maria de Nazareth, que foi interditada depois que fortes temporais no início do ano abalaram a sua estrutura. Citou, ainda, que a frente de serviço no Bairro Itamaraty asfaltou quatro ruas e deixou três sem a cobertura.
Durante o discurso, o peemedebista Assef Nabem, em aparte ao colega, foi em direção oposta. “Não posso aceitar que o colega de partido possa colocar dessa forma”, enfatizou, dizendo que há necessidade de se fazer justiça em relação à questão porque, segundo observou, “a Prefeitura não tem o colocar uma máquina e uma equipe em cada bairro”. E lembrou que em diversos setores como o Jardim Esperança; Santa Clara; Bela Vista; Setor Sul; Flor de Liz, dentre outros, o asfalto já chegou para os moradores. O líder do governo na Câmara Municipal, vereador Sírio Miguel (PSB), completou dizendo que, em 25 meses, a atual administração já asfaltou 24 bairros. O vereador Wesley Silva, após os apartes, tentou minimizar, dizendo que não era contra o programa, as contra a sua lentidão. Porém, já havia dito antes estar desacreditado.

Gomide responde
Em entrevista à imprensa na última quarta-feira, 11, o Prefeito Antônio Gomide afirmou que “cada vereador tem a tribuna para se manifestar, mas a nossa Administração tem um rumo. Não estamos fazendo política, não vou fazer palanque e nem vou transformar a Prefeitura num balcão político, a Cidade não merece isso”, reagiu, acrescentando que necessita do apoio que o PMDB tem dado à sua gestão.
O Chefe do Executivo salientou que existem sete frentes de trabalho atuando no programa de asfalto e que o mesmo vem se desenvolvendo dentro do que a máquina administrativa permite. “Se ele [o vereador Wesley Silva] tem alguma fórmula mágica que apresente, nós estamos abertos”, disparou.

Agravantes
Ainda nesta discussão acrescentam-se fatores interessantes. Esta semana o Vereador Wesley Silva disse que a tendência do partido, que está em fase de reorganização, devido ao afastamento do casal Adhemar/Onaide Santillo, a fim de que o PMDB lance candidato próprio para concorrer à Prefeitura de Anápolis em outubro de 2012. Mas, o Presidente da Comissão Provisória, Air Ganzarolli, disse que somente ele é que tem a prerrogativa de falar pelo PMDB e que “por enquanto, não se fala em candidatura de prefeito”, deixando transparecer que o partido apoiaria uma eventual candidatura de Antônio Gomide à reeleição.
Ao retrucar, Wesley declarou que por ser uma comissão provisória, não existe tanta autoridade assim e que “em breve estará sendo formado o diretório municipal do PMDB, que, terá a competência necessária para isto”.
E, na quinta-feira, 12, o presidente do Diretório Regional do PMDB, Adib Elias disse que, realmente, a tendência do partido, em primeira instância, é concorrer às prefeituras de todos os municípios, “principalmente nas grandes cidades, como é o caso d Anápolis; Goiânia, Aparecida de Goiânia e outras”. Adib, entretanto, disse que não é hora de se afunilar o processo e aproveitou para dizer que a convivência do PMDB com o PT em Anápolis é boa e que o Prefeito Antônio Gomide tem realizado uma grande administração.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...