(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Quadrilha que furtava motocicletas do pátio da PRF é denunciada

Geral Comentários 23 de outubro de 2014

A denúncia foi feita no final de setembro e agora divulgada pelo MPF, através da Procuradoria de Anápolis


O Ministério Público Federal em Anápolis denunciou uma quadrilha especializada em furtar motocicletas apreendidas, do pátio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizado na BR-060, km 90, no município de Anápolis, distante 54 quilômetros de Goiânia. O grupo era formado por João Bosco da Cunha Rodovalho Júnior, Paulo Roberto Queiroz de Almeida (vulgo “Cassiano”), João Anderson Pereira e um quarto indivíduo, ainda não totalmente identificado, conhecido como “Alisson” ou “Adson”.
Segundo a denúncia, na madrugada do dia 26 de outubro de 2013, João Bosco foi preso em flagrante por agentes da própria PRF tentando furtar motocicletas apreendidas que estavam depositadas no pátio da instituição. Na ocasião, ele estava acompanhado de um menor e do indivíduo conhecido como “Alisson” ou “Adson”, que conseguiu fugir. João Bosco e o menor confessaram que aquela não era a primeira vez em que agiam e que, entre os dias 17 e 23 de outubro de 2013, já haviam entrado no referido pátio mediante arrombando do alambrado que o cerca, subtraindo três motocicletas e quatro rodas de um veículo GM Corsa apreendido. Segundo eles, mais dois menores os acompanharam nesta ocasião.
Após diligências no local indicado por João Bosco e o menor como sendo o depósito dos bens furtados, de propriedade do denunciado Paulo Roberto, os policiais localizaram e apreenderam os outros dois menores. Um deles conduzia uma das motocicletas furtadas e o outro apontou, ainda, o local onde Paulo Roberto havia queimado outra motocicleta também furtada do pátio da PRF. Já as quatro rodas do veículo GM Corsa foram apreendidas dia depois, em posse de João Anderson, que confessou tê-las comprado de João Bosco após contato com Paulo Roberto.
Durante as investigações, comprovou-se que os menores eram induzidos por João Bosco e “Alisson”ou “Adson” a praticarem outros furtos de motocicletas e peças de automóveis, inclusive aqueles ocorridos no próprio pátio da PRF. Os adolescentes eram, ainda, induzidos por Paulo Roberto e João Anderson a praticarem os ilícitos objetivando viabilizar a receptação dos objetos.
A ousadia dos criminosos vai além do fato de subtraírem motocicletas e rodas de veículo do pátio de uma instituição policial já que, acreditando na impunidade, João Bosco chegou a exibir, em uma rede social, fotos de uma das motocicletas furtadas do pátio da PRF.
Ainda de acordo com a denúncia, João Bosco e “Alisson”ou “Adson” responderão pela tentativa de furto (na qual o primeiro fora preso), furto qualificado, formação de quadrilha e corrupção de menores. Já Paulo Roberto e João Anderson devem responder pelos crimes de receptação e também por formação de quadrilha e corrupção de menores. (Com informações do MPF/Procuradoria da República em Anápolis)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Capitão Waldyr pode ser nome da Plataforma

13/07/2017

Decano da indústria, com uma folha de mais de 60 anos prestados aos classismo e, em especial, à Federação das Indústrias...

Prevista redução de construtores com novas exigências do MC

13/07/2017

A exigência do Ministério das Cidades para que todos os pequenos e médios construtores tenham o Cadastro Nacional da Pesso...

Anápolis presente no Conselho Nacional de Juventude

06/07/2017

A assessora de juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Larissa Pereira, foi eleita para ocupar uma das três cadeiras d...

Ubiratan Lopes é empossado na presidência da FACIEG

29/06/2017

O empresário anapolino Ubiratan da Silva Lopes foi empossado na presidência da Federação das Associações Comerciais, In...