(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Puxão de orelhas

Boa Prosa Comentários 23 de julho de 2010

Numa época em que se fala tanto em acessibilidade, pelo menos em Anápolis esse assunto está passando por despercebido.


Numa época em que se fala tanto em acessibilidade, pelo menos em Anápolis esse assunto está passando por despercebido. Senão vejamos: as vagas destinadas a pessoas portadoras de necessidades especiais, principalmente nos estacionamentos de shoppings, supermercados e repartições públicas, invariavelmente, estão tomadas pelos ditos “normais”. E, ninguém se toca. As autoridades policiais fingem que não é assunto delas; os agentes de trânsito; os guardas, vigilantes e fiscais desses estabelecimentos, muito menos se preocupam com isso. Sem contar os cadeirantes e usuários de bengalas, muletas e outros equipamentos que são, literalmente, expulsos das calçadas. Tanto pela ocupação indevida, quanto pelo perfil irregular dos passeios públicos. Até quando isso vai durar, ninguém sabe.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Boa Prosa