(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

PSC pode vir de candidatura própria para prefeito em 2012

Política Comentários 23 de dezembro de 2011

Embora a preferência seja para se manter a parceria com o PT e apoiar a candidatura à reeleição de Antônio Gomide, caso este se candidate, o quadro não é definitivo


Não será surpresa se o Partido Social Cristão (PSC), além da chapa completa de candidatos a vereador apresentar, também, um candidato a Prefeito de Anápolis para as eleições de outubro do ano que vem. Quem afirma isso, é o deputado estadual Carlos Antônio de Souza, adiantando que, dependendo da atenção a ser dada ao seu partido pelo Governo Municipal a partir de agora, existem, de fato, duas vertentes a serem observadas. “Uma delas, sem dúvida alguma, é termos um candidato a prefeito. Falo isso respaldado por 54 dos 61 companheiros que se reuniram, esta semana, e me autorizaram a propor este entendimento”, justifica o parlamentar. Ele adianta que há uma espécie de insatisfação com o Governo Municipal, quanto à participação mais efetiva dos socialistas cristãos na Administração do Prefeito Antônio Gomide. “Fomos companheiros de primeira hora, enfrentamos a parte mais difícil da campanha ao lado do PT e, agora, vemos pessoas de outros partidos, gente que entrou depois da vitória consagrada, sendo mais prestigiada do que nós. Assim, vamos reavaliar o apoio que estamos dando”, justificou o deputado.
De acordo, ainda, com Carlos Antônio, “não se trata de nenhuma pressão, ou barganha, para se obter a vice de Gomide. Isto precisa ficar bem claro. Vice nós não queremos. Até porque, esta semana mesmo, telefonei para o atual vice-prefeito João Gomes e disse que o candidato a vice de nossa preferência é ele mesmo. Se o PSC, amanhã, seguir outro caminho, será com a apresentação de candidatura própria”, justificou o parlamentar, adiantando que tem pressa em resolver a situação. “É urgente que decidamos isto. Se houver o entendimento do Governo Municipal de que nossa presença é benéfica, tudo bem. Vamos marchar juntos, como o fizemos em 2008. Caso contrário, temos de buscar outra alternativa, seguir por outro caminho”, declarou Carlos Antônio. E, dentro da ordem natural das coisas, caso o PSC defina por ter candidato a prefeito de Anápolis ano que vem, o nome é, de fato, o do deputado. Ele diz que não está buscando isso e que nunca se lançou pré-candidato. Mas, se houver o entendimento necessário, não fugirá à responsabilidade. “Nunca disse que serei candidato; meu nome, claro, surge naturalmente, embora tenhamos outros companheiros, também, preparados”, ponderou.

O trabalho
No encerramento do primeiro ano de seu mandato como deputado estadual, Carlos Antônio fez um balanço, altamente positivo, de sua atuação na Assembleia Legislativa. “O saldo é muito favorável. Nesse ano tivemos a oportunidade de trabalhar bastante pelos municípios que representamos, principalmente por Anápolis que é a minha base eleitoral. Mas, não descuidamos de outros setores importantes para a Administração do Estado. O Governador Marconi Perillo tem sido um grande parceiro e, com certeza, vai atender a todas as demandas de Anápolis. Estarei lá, junto a ele, fazendo as devidas cobranças”, justificou.
Dentre as realizações de seu mandato, Carlos Antônio destaca a preocupação para com a criança e o adolescente. “Entendo que precisamos formar os cidadão do amanhã e isto passa por uma política de atendimento e assistência a estas crianças e a estes adolescentes. Temos de continuar criando políticas públicas inteligentes para aperfeiçoarmos a proposta. Carlos Antônio, que é presidente da Frente Parlamentar Nacional da Criança e do Adolescente, disse que promoveu nove audiências públicas para discutir assuntos relacionados aos conselhos tutelares e que está acompanhando o projeto que define a política salarial dos conselheiros. Estes, devem ter seus vencimentos ligados ao que recebem os vereadores. A proposta está tramitando no Congresso Nacional - Projeto de Lei 278 - por iniciativa da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO). O deputado disse, ainda, que está reivindicando junto ao Governo do Estado, mais 20 viaturas para a polícia e que, por iniciativa sua, está praticamente acertada a destinação de duas ambulâncias novas para a Secretaria Municipal de Saúde.

Atividade política
Aos 46 anos, radialista de profissão, natural de Santa Inês, no Maranhão, Carlos Antônio, casado, pai de três filhos, iniciou-se na política filiando-se ao PSDB, após haver desenvolvido, por vários anos, projetos sociais através das emissoras de rádio em que trabalhou. Repórter policial e cronista esportivo, sua atuação, todavia, foi mais marcante nas campanhas de apoio a comunidades carentes. Candidatou-se a vereador em 2004 e obteve 1277 votos, ficando na suplência. Em 1988 voltou a se candidatar, já pelo PSC e foi eleito com 2651 votos, recorde em Anápolis em todas as eleições. No ano passado, elegeu-se deputado estadual com 17392 votos, a maioria esmagadora em Anápolis.
Ainda sobre o trabalho realizado durante o ano de 2011, Carlos Antônio contabiliza o apoio aos empresários da Cidade, principalmente através do empenho para a ligação entre o Fórum Empresarial e o Governo de Goiás. “Tenho procurado ser o porta-voz da ACIA e das demais instituições ligadas à produção em Anápolis junto aos órgãos estaduais, dentro do que for possível”, disse. Ele atuou, decisivamente, para que a Secretaria de Segurança Pública indicasse um anapolino para a Delegacia Regional de Polícia Civil e para a liberação de uma verba na ordem de R$ 500 mil para a construção da sede própria do Quinto Distrito Policial, na região do bairro Recanto do Sol. Assegurou, ainda, que conseguiu encaixar uma emenda de R$ 800 mil do orçamento do Estado para obras de infraestrutura em diversas regiões de Anápolis em 2012, assim como fez aprovar um projeto de sua autoria determinando ao DETRAN que faça o aviso prévio da data de vencimento da CNH para os motoristas de Goiás. Para 2012, Carlos Antônio declarou que tem várias propostas importantes em relação a Anápolis, com destaque para a implantação do Centro de Internação Para Menores Infratores, cujo projeto ficou pronto e a obra está em processo de licitação, assim como para a definição do Centro de Convenções e do anel viário do DAIA, dentre outras.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...