(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Provável fechamento da Unidade Oncológica gera polêmica na Cidade

Geral Comentários 08 de novembro de 2018

Estabelecimento não conta com setor de internação, uma das exigências do Ministério da Saúde para o tratamento


A notícia de que o tratamento oncológico oferecido pelo Hospital Evangélico Goiano (HEG) a pacientes com câncer poderia ser prejudicado foi rebatida nesta semana pelo diretor executivo da instituição hospitalar, o médico Ernei de Oliveira Pina. O fato veio à tona com a notícia de que a unidade oncológica da Associação de Combate ao Câncer em Anápolis (ACCG) poderia ser fechada por esta não se adequar a diretrizes do Ministério da Saúde.
A Portaria 140/2014 determina que as Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) que ofereçam serviços de Radiologia e Quimioterapia tenham também uma estrutura hospitalar para atender às ocorrências dos pacientes. No Hospital Evangélico Goiano, por exemplo, Ernei de Oliveira Pina destacou que a unidade possui equipe e equipamentos prontos para emergências e urgências.
“Aqui o paciente tem pronto-socorro, internação, possibilidade de fazer cirurgias, caso necessário, ele tem à sua disposição UTI, serviços de imagem, laboratório e todos os demais serviços recomendados pelo Ministério da Saúde”, assegurou Ernei de Oliveira Pina, diretor-executivo do Hospital Evangélico Goiano.
“Eu acho até uma certa estranheza falar em fechamento da unidade”, ressaltou sobre a possibilidade de fechamento da unidade oncológica da Associação de Combate ao Câncer. Ele comentou que, assim como as demais unidades oncológicas, a ACCG em Anápolis teve as oportunidades para se adequar às normativas estabelecidas pelo MS. “Só agora reagiram”, lamentou.
Ele negou que o Hospital Evangélico Goiano tenha qualquer intenção de encerrar o contrato que mantém com a ACCG e enfatizou que “o paciente é o grande alvo”. “Nós jamais quebramos o contrato com a Associação de Combate ao Câncer”, evidenciou. Como o HEG já possui serviço de Quimioterapia, encaminha para a associação apenas pacientes que necessitam de Radioterapia.
Caso a unidade da ACCG não se adeque, Anápolis ficará sem atendimento em Radioterapia e os pacientes terão que procurar tratamento em outras cidades, como Goiânia e Brasília. “Eu espero, sinceramente, que a Radioterapia continue funcionando”, expressou o médico Ernei. “Já deviam ter se adequado há muito tempo”, pontuou. Conforme esclareceu, “a Unidade Oncológica é uma grande parceira” e será uma perda para a comunidade que precisa de atendimento, caso o fechamento se concretize.
O serviço de Quimioterapia do Hospital Evangélico Goiano, inaugurado em fevereiro deste ano, atende à população de Anápolis e região, no Edifício Daisy Fanstone - antigo Plamheg. O serviço é gerido pela Unicca - Unidade de Combate ao Câncer em Anápolis.
O objetivo é ampliar o atendimento a pacientes com câncer no município de Anápolis. O atendimento passou a compor o serviço oncológico do hospital, que já realiza cirurgias, oferece tratamentos e disponibiliza profissionais com experiência e capacitação para o tratar os mais diversos tipos de câncer.
Essa estrutura humana e física possibilitou que o Hospital Evangélico Goiano se habilitasse junto ao Ministério da Saúde para a oferta de Quimioterapia. A presença de uma Unidade de Terapia Intensiva e de uma central para exames laboratoriais, a reforma recente do pronto-socorro 24 horas e ainda a ampliação do centro de internação do Hospital são a garantia de que esta unidade hospitalar poderá atender a pacientes de Quimioterapia com segurança e de acordo com protocolos internacionais de referência.

Atendimento
A unidade de Quimioterapia do HEG tem capacidade para oferecer tratamento de todos os tipos de câncer. Em um primeiro momento, apenas adultos poderão ser tratados na unidade pelo SUS, até que o Ministério da Saúde libere tratamentos para crianças. Já o tratamento por meio de convênios e em caráter particular será voltado a todos os públicos.
A unidade é voltada para atendimento de pacientes oncológicos do Hospital Evangélico Goiano e oriundos de outras instituições. A estrutura permite atender à demanda crescente de pacientes que procuram este tipo de serviço em Anápolis e região.
Ao oferecer mais este serviço, o hospital atende a uma determinação do Ministério da Saúde (MS) de atendimento a pacientes com câncer do SUS. De acordo com o MS, Unidades de Assistência de Alta Complexidade (UNACON) que oferecem tratamentos oncológicos devem adequar sua estrutura para o tratamento completo de pacientes com câncer.

UNACON
Unidades hospitalares que possuem condições técnicas, instalações físicas, equipamentos e recursos humanos adequados à prestação de assistência especializada de alta complexidade para o diagnóstico definitivo e tratamento dos cânceres mais prevalentes. Estas unidades hospitalares podem ter em sua estrutura física a assistência radioterápica ou então, referenciar formalmente os pacientes que necessitarem desta modalidade terapêutica.

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

Previdência alerta para novo golpe de estelionatários

16/11/2018

Os servidores públicos devem estar atentos a um golpe que vem sendo aplicado por estelionatários. Por meio de carta e de co...

Multas e débitos de veículos já podem ser parcelados no cartão

16/11/2018

O parcelamento de infrações de trânsito já estão valendo em Goiás, desde a última segunda-feira, 12, pelo programa Par...

Assembleia Legislativa analisa convalidação do ICMS em Goiás

16/11/2018

O governador José Eliton encaminhou na terça-feira, 13, para apreciação da Assembleia Legislativa, o projeto de lei que c...

Campeonato de Tiro Esportivo reúne mais de 400 competidores do País em Anápolis

16/11/2018

Mais de 400 atiradores de todos os estados brasileiros participam da Etapa Final do XXXI Campeonato Brasileiro e Open Interna...