(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Projeto visa proibir inauguração de obras inacabadas

Geral Comentários 13 de abril de 2018

Autor justificou que entrega de ampliação do Huana, sem estar disponível para população, motivou a propositura


O vereador Lélio Alvarenga (PSC) fez a defesa na tribuna, na terça-feira,10, de projeto de lei de sua autoria que começou a tramitar na Câmara Municipal, que pretende proibir em Anápolis a inauguração de obra pública incompleta ou que, embora concluída, não atenda à população por falta de servidor, material de expediente ou equipamento.
“Peço a Deus que possamos levar adiante este projeto, porque assim evitaremos no futuro qualquer desmando relacionado ao dinheiro público. Estamos numa época de transformações políticas e esse tipo de propositura vai ao encontro dos anseios da sociedade”, discursou Lélio.
Em um dos seus artigos, o projeto de lei diz o seguinte: “Antes de realizar a inauguração da obra, o responsável técnico e o gestor do órgão executor deverão atestar, por escrito, que a obra encontra-se em condições de uso e segurança, tendo obedecido todas as exigências legais, sob pena de responsabilidade administrativa”.
Lélio informou que decidiu propor essa lei diante do que ocorreu com o Hospital de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana), que teve a ampliação inaugurada há cerca de dez dias, mas que ainda não está disponível para a população. “Aplaudimos cada passo dado às duras penas naquela obra, mas a população esperava que ela fosse usada de verdade”.
Na justificativa do projeto de lei, Lelio Alvarenga afirma que “a proposição tem por objetivo evitar a exploração de estratégias eleitoreiras por parte de agentes políticos que visam a sua promoção pessoal em detrimento da eficiente aplicação dos recursos públicos”.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Mais de 500 mil empresas são excluídas do Simples Nacional

17/01/2019

Por causa de irregularidades no Simples Nacional, a Receita Federal excluiu 521.018 empresas do programa. Os empresários nã...

INSS divulga calendário de pagamentos para os aposentados

17/01/2019

Os aposentados e pensionistas do INSS que ganham mais do que um salário mínimo (R$ 998, em 2019) terão reajuste de 3,43% e...

Turismo goiano será incentivado

17/01/2019

A primeira conversa do novo presidente da Goiás Turismo com empresários, secretários de Turismo e presidentes de Conselhos...

Cadastramento para o Passe Livre começa e terá mais fiscalização

17/01/2019

A Secretaria de Governo anunciou, nesta quarta-feira, dia 16, que fará a verificação minuciosa dos cadastros efetuados no ...