(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Projeto para a revitalização da Praça do Expedicionário está garantido

Cidade Comentários 22 de fevereiro de 2018

Parceria entre entidades de classe e a Prefeitura vai assegurar mudanças estruturais no antigo espaço público


Durante muitos anos, a Praça do Expedicionário, na região central de Anápolis, virou um estacionamento a céu aberto de veículos apreendidos pela Polícia Civil. Muitos deles ficavam com a carcaça quase apodrecendo e não podiam ser retirados, em razão de serem “peças” de ações que correm na Justiça.
No final do ano passado, a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA) lançou um movimento no sentido de fazer com que o logradouro pudesse ter o seu resgate social e histórico. Depois de muitas idas e vindas, a Prefeitura conseguiu fazer a remoção dos veículos e, na última quarta-feira, 21, foi apresentado o projeto para a revitalização do espaço. Este projeto foi doado pelo Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário (SINDUSCON-Anápolis) e a ACIA vai executar a obra com recursos conseguidos junto a alguns parceiros, como a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) e com o apoio da Prefeitura.
O presidente da entidade, Anastácios Apostolos Dagios, lembrou que a ideia de revitalizar o espaço, entretanto, vem de muito antes. Em julho de 2015, o Capitão Waldyr O´Dwyer, ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB) e um dos mais antigos membros da Fieg e da Acia estava completando 100 anos e a intenção era homenageá-lo com a nova praça. Porém, não houve apoio para que houvesse a retirada dos veículos, ficando, assim, praticamente impossível levar adiante o projeto. “Queremos fazer esta homenagem agora, em vida, nos 103 anos do Capitão Waldyr”, ressaltou Anastácios Apostolos.
O projeto foi desenvolvido pelo arquiteto e urbanista Luiz Antônio Oliveira Rosa, juntamente com alunos da Faculdade Metropolitana de Anápolis (Fama). A ideia, segundo ele, é que o espaço possa representar um marco do resgate do civismo. No local, há um monumento contendo o nome dos ex-combatentes da FEB que estava praticamente ocultado em um canteiro de plantas. Além disso, haverá todo um trabalho de paisagismo para deixar o local aprazível para que as pessoas possam, de fato, frequentar e ter ali um local de contemplação. Todo espaço também foi projetado para garantir acessibilidade e segurança aos visitantes.
Na semana que vem, na próxima reunião de quarta-feira da ACIA, deve ser assinada a ordem de serviço para o início da obra.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Arraiá do Instituto será neste sábado

19/07/2018

Engana-se aquele que pensa que a temporada de festas juninas já acabou. Quadrilha, comidas típicas, barraca do beijo, corre...

Arraiana é o grande destaque dos festejos do aniversário da Cidade

19/07/2018

Ajudar é show! Esta é a tônica do ArraiAna, evento idealizado pela Prefeitura para comemorar os 111 anos da cidade em gran...

Campanha incentiva o uso racional de água tratada no dia-a-dia

19/07/2018

Em tempos de crise hídrica e para formar cidadãos mais conscientes, uma campanha no site da Empresa de Saneamento de Goiás...

Obras na Avenida Universitária vão dar mais mobilidade no trânsito

19/07/2018

Falta pouco para a conclusão das obras realizadas na Avenida Universitária. O trabalho estrutural inclui o sistema de drena...