(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Projeto eSocial para empresas começou a vigorar

Geral Comentários 19 de janeiro de 2018

Mudanças visam reduzir burocracia e dar maior eficiência ao processo de prestação de informações


Empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões terão de prestar informações sobre seus empregados por meio do eSocial. Demanda do setor empresarial, a medida, que começou a valer desde segunda-feira, 08, tem como objetivo unificar dados e diminuir a burocracia.
O processo de prestação de informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, a partir de agora, será mais simples, barato e eficiente para essas empresas. O volume de dados fiscais, previdenciários e trabalhistas que elas precisam enviar aos órgãos governamentais chega a 15, alguns documentos feitos até mesmo em papel. Agora esse cenário vai mudar para melhor.
Para o restante das empresas brasileiras – micro e pequenas empresas e ainda microempreendedores que possuam empregados – o uso do eSocial para prestação de informações será obrigatório a partir de julho. Já para o setor público, o sistema deverá ser utilizado a partir do próximo ano.
Com a diminuição do volume de informações e unificação de dados no eSocial, as empresa reduzirão tempo e recursos voltados para isso. Para o funcionário, haverá a simplicidade de checar as informações e mais segurança, já que o mecanismo facilita o controle e a fiscalização da situação de cada trabalhador.
As empresas que descumprirem o envio do processo por meio da ferramenta estão sujeitas a penalidades e multa.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Goiás conquista espaço no turismo

22/02/2018

O Ministério do Turismo divulgou, na semana passada, nova categorização dos municípios turísticos brasileiros, com base ...

Juiz em conferência na Coreia do Sul

22/02/2018

O juíz Carlos Limongi Sterse, coordenador do Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Anápolis, participa da Conferê...

Defensoria propõe mutirão para solucionar problemas de detentas

22/02/2018

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), por meio da primeira Subdefensoria-Geral, discute com o Ministério da Ju...

Promotor quer mais agilidade para a entrega dos centros de educação

22/02/2018

Em reunião realizada na última terça-feira, 20, na sede do Ministério Público, o coordenador do Centro de Apoio Operacio...