(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Projeto cria Canal da Cidadania de Anápolis

Política Comentários 13 de dezembro de 2013

Com projeto aprovado na Câmara, Poder Público abre caminho para criar veículos próprios de informação


A Prefeitura de Anápolis deverá ampliar os meios de interação e divulgação de seus atos com a comunidade. Pelo menos, é o que reza o projeto que cria o Conselho de Comunicação Social do Canal de Cidadania de Anápolis, aprovado em dois turnos de votação na Câmara Municipal, por unanimidade.
De acordo com o texto, que foi encaminhado pelo Poder Executivo, o referido conselho será um órgão deliberativo, com a finalidade de “aprovar e supervisionar as diretrizes de programas do Canal de Cidadania, órgão de prestação de serviços de radiodifusão de sons e imagens”. O colegiado será composto por sete representantes, sendo: um da Secretaria Municipal de Comunicação Social (que irá presidi-lo); um da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social; um da Procuradoria Geral do Município; um representante da Câmara Municipal; um representante de entidades ligadas à comunicação comunitária; um representante de instituição de ensino e pesquisa da área de comunicação; e um representante de instituição de sociedade civil e movimentos sociais. Cada membro titular deverá ter um suplente, a ser indicado pelos órgãos, instituição ou entidade representada. O mandato dos conselheiros será de dois anos, permitindo uma recondução. O conselho terá reuniões mensais, em caráter ordinário e reuniões extraordinárias, quando convocado.
Segundo texto aprovado, o Canal da Cidadania terá por objetivo “promover a divulgação de atos, trabalhos, projetos, sessões e eventos dos poderes públicos federal, estadual e municipal”, assim como “promover a universalização dos direitos à informação, à comunicação, à educação e à cultura, bem como outros direitos humanos e sociais”, além prestar serviços de utilidade pública, integrando-se, sempre que necessário, aos serviços de Defesa Civil. E ainda, a produção de programas com finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas.
O Canal da Cidadania também contemplará o estímulo à produção audiovisual independente e a produção local e regional, “de modo que os conteúdos de sua grade de programação atendam aos interesses da comunidade”. E também, será uma ferramenta de promoção da transparência pública, democratizando o acesso à informação.
O Conselho de Comunicação Social deverá opinar sobre a celebração de convênios e acordos de interesse do sistema e providenciar recursos e meios para sua aplicação nos programas do Canal de Cidadania. Também irá avaliar, periodicamente, a satisfação da comunidade em relação aos conteúdos veiculados. E estimular a adoção de recursos tecnológicos proporcionados pela digitalização da radiodifusão.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

MP investiga ex-governador por criação de conta única

18/07/2018

A promotora de Justiça Villis Marra abriu inquérito para apurar supostas irregularidades praticadas pelo ex-governador de G...

1240 requerimentos são aprovados no primeiro semestre

12/07/2018

O campeão deste tipo de proposição no primeiro semestre do ano é o vereador Deusmar Japão (PSL), com 176 requerimentos a...

Da Câmara Municipal para o Senado?

12/07/2018

Primeiro foi o vereador Jakson Charles (PSB) que teve seu nome ventilado com provável companheiro de chapa da senadora Lúci...

Da Câmara Municipal para o Senado?

12/07/2018

Primeiro foi o vereador Jakson Charles (PSB) que teve seu nome ventilado com provável companheiro de chapa da senadora Lúci...