(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Projeto combate sequestro de recém-nascidos

Geral Comentários 10 de setembro de 2010

Tramita na Assembleia Legislativa o projeto de lei nº 2.328/10, de autoria do deputado Marlúcio Pereira (PTB), que determina que todas as maternidades no Estado disponibilizem pulseiras antissequestro para os recém-nascidos


Tramita na Assembleia Legislativa o projeto de lei nº 2.328/10, de autoria do deputado Marlúcio Pereira (PTB), que determina que todas as maternidades no Estado disponibilizem pulseiras antissequestro para os recém-nascidos. Essa pulseira é provida de mecanismo que emite um alarme sonoro, caso o bebê, levado por alguma pessoa, ultrapasse quaisquer das portas de saída da maternidade. A pulseira só poderá ser desativada por funcionário autorizado. Projeto semelhante foi aprovado na Câmara Municipal de São Paulo. A Lei paulistana determina que as pulseiras sejam colocadas nos bebês imediatamente após o parto e removidas quando a mãe e a criança tiverem alta. O equipamento não é descartável, ou seja, poderá ser reutilizado pelo hospital.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...