(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Programa Educação para o Trânsito envolve crianças e adultos

Educação Comentários 20 de fevereiro de 2015

Iniciativa da Companhia Municipal de Trânsito e Transportes promove ações em escolas, empresas e nas ruas de Anápolis. Motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres se envolvem nos trabalhos


Pessoas de todas as faixas etárias participam, em Anápolis, das ações do Programa Educação para o Trânsito, coordenado pela Companhia Municipal de Transito e Transportes de Anápolis (CMTT). O diretor desta proposta educativa, João Alves de Souza, explicou sobre o programa em que “o foco é conscientizar o cidadão anapolino para mudar sua postura no trânsito, respeitando as normas legais e conduzindo seu veículo com maior segurança para que possamos reduzir, em curto e médio prazos, o número de acidentes e mortes no trânsito”.
O programa atinge desde uma criança que já começa a andar, que começa a entender da vida, a dar os primeiros passos, até adultos. Nas escolas municipais, atividades lúdicas, como brincadeiras, oficinas e pinturas são promovidas para uma faixa etária que vai, aproximadamente, até os cinco anos. A partir dessa idade, elas têm disponíveis outros tipos de programas de conscientização, como filmes, pequenas palestras e jogos, como quebra-cabeças, memória e caça-palavras.
Adolescentes têm acesso a “palestras mais específicas”. O objetivo, conforme o diretor de Educação para o Transito do CMTT, é atuar “conscientizando estes jovens a terem posturas mais responsáveis, quer seja como passageiro, quer seja como pedestre”. E os que já conduzem veículos e motocicletas são conscientizados sobre a importância de seguirem as normas, com o respeito à velocidade de segurança e a utilização de equipamentos de proteção.
Outro trabalho é feito com os pedestres. A conscientização para este público, para o diretor João Alves, tem o foco de mostrar que os caminhantes, também, têm deveres na construção de um trânsito melhor. Ao atravessar a rua, ações como a utilização da faixa de segurança e acionamento das botoeiras do semáforo estão entre suas obrigações. Juntamente com estas posturas, o pedestre deve “esperar sua vez e atravessar com segurança”, além de acenar com a mão para que os motoristas parem, quando for preciso.
Outros públicos, como trabalhadores em geral, também recebem a visita dos grupos de Educação para o Transito, formado, em grande parte, por agentes do CMTT. Nas empresas, são ministradas palestras sobre direção defensiva; normas gerais de trânsito, condução segura e orientações sobre os perigos da mistura “álcool, droga e transito”.
Dados
De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito, 240.168 veículos estão em circulação no Município. Destes, aproximadamente 60 mil são motocicletas. Para quem conduz as motos, é evidenciada, durante as ações de Educação para o Trânsito, a importância de não rodar em ‘ziguezague’, alta velocidade, nem furar sinais ou trafegar sobre as calçadas. Os condutores de utilitários são orientados, ainda, a não falarem ao celular quando estiverem dirigindo (esta regra vale para qualquer condutor) e a usarem o cinto de segurança, duas das normas entre as mais violadas pelos motoristas do município, de acordo com José Alves.
Ciclistas
As palestras promovidas pelo CMTT incluem orientações para ciclistas, conforme apontou o diretor de Educação para o Trânsito. Ele anunciou que este trabalho será intensificado, em conjunto com grupos representantes de ciclistas da Cidade. A CMTT informou que existe a perspectiva de aumento de ciclovias na região urbana, o que deverá ser feito quando forem implantados os corredores de ônibus. A expectativa é de que a licitação para a escolha da empresa responsável pela implantação dos corredores seja feita, ainda, no primeiro semestre de 2015.
“Com certeza, está previsto a expansão das ciclovias, ou ciclofaixas, e com certeza o anapolino vai ter muito mais opções para poder andar de bicicleta com segurança, considerando que essas ciclofaixas, essas ciclovias obedecerão a padrões exigidos pelo Código Nacional de Trânsito”, destacou José Alves. O CMTT informou, ainda, que, neste ano, a ciclovia da Avenida Brasil foi revitalizada e sinalizada.

Autor(a): Felipe Homsi

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

UniEVANGÉLICA se torna sede de Associação Internacional ligada à engenharia de aquecimento

17/05/2018

A partir de maio, a UniEVANGÉLICA será a sede da representação estudantil da ASHRAE (Associação Americana de Engenheiro...

Jovem aprovado para mestrado com “diagóstico” de empresa familiar

17/05/2018

O aluno Renato de Souza Gonçalves já conquistou muito em sua vida profissional. Como principal administrador de uma empresa...

Jovem aprovado para mestrado com “diagóstico” de empresa familiar

17/05/2018

O aluno Renato de Souza Gonçalves já conquistou muito em sua vida profissional. Como principal administrador de uma empresa...

Faculdade Raízes vence o 1º Júri Simulado promovido pela OAB

10/05/2018

A equipe de estudantes da Faculdade Raízes de Anápolis venceu no dia 5 de maio, o 1º Concurso de Júri Simulado realizado ...