(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Professores da rede municipal ganham acima do piso nacional

Educação Comentários 20 de abril de 2018

Acumulo de aumentos poderia provocar um impacto negativo na folha, deixando-a acima do limite permitido


Caso a Prefeitura de Anápolis conceda aos professores, agora, reajuste de 3,86%, - complementando os 2,95% dados em janeiro e que ficaria de acordo com os 6,81% definidos pelo Ministério da Educação para reajuste do Piso Nacional da categoria para este ano -, o gasto com a folha de pagamento do município subiria para 55,20%, acima do que é permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que prevê que sejam comprometidos não mais que 51% das receitas municipais com funcionalismo. Neste cenário, ao menos por enquanto, o prefeito Roberto Naves está impedido de aumentar salários, sob risco de incorrer em desobediência fiscal, segundo parecer da Procuradoria Geral do Município.
O secretário municipal da Fazenda, Geraldo Lino, explica que a projeção da folha de pagamento da Prefeitura é de 54,29% para o mês de abril. “Já estamos acima do percentual permitido por lei”, destaca. Ele afirma que Anápolis se encontra em uma posição mais confortável em relação aos professores do que a maioria dos municípios goianos. O piso nacional para 40h semanais passou de R$ 2.298, 80 para R$ 2.455,35. Na cidade, os professores da rede municipal de ensino com jornada de 30 horas semanais ganham R$ 2. 369,13, e os com 40 horas possuem remuneração de R$ 3.168,90.
Com o reajuste de 7,80% concedidos pela administração no ano passado – em conformidade com o piso nacional – e os 2,95% autorizado em janeiro de 2018, o aumento obtido pelos professores chega aos 10, 58%, o que corresponde a um ganho real de 3%. “Todos os professores da rede municipal es¬tão com salários acima do piso es¬tabelecido pelo Ministério da Edu¬cação. A média salarial em Aná¬polis, que inclui plano de cargos, salários e progressões, é satisfatória em comparação com muitas regiões,” argumenta Geraldo Lino.
O secretário municipal de Educação, Alex Martins, destaca que Anápolis está atenta aos anseios dos profissionais docentes. “Somos o município de Goiás que está à frente nas negociações do pagamento do piso”. E, não só a questão salarial, é observada, acrescenta. Alex Martins informa que, neste mês, a Prefeitura faz o repasse de recursos para todas as unidades de ensino pelo Programa de Autonomia Financeira das Instituições Educacionais (Pafie).O secretário ressalta, ainda, a realização de concurso público para área, atendendo reivindicação da categoria.
CONCURSO PÚBLICO
O prefeito Roberto Naves anunciou, no início deste mês, a realização de processo seletivo para a educação, com oferta de 150 vagas para pedagogo. O número de vagas ofertadas vai sanar o déficit que existe atualmente ocasionado por situações como licença-prêmio e aposentadorias. Para que as crianças não fiquem sem aula, os professores precisam dobrar suas cargas-horárias, o que não resolve a falta de profissionais, mas onera a folha. Dessa forma, as novas contratações não vão causar impacto negativo nas contas.
O concurso vai ser realizado neste ano e os professores começam a atuar no início de 2019. Alex Martins explica que foi feito um estudo em conjunto com o sindicato da categoria e chegou-se à conclusão de que o processo de seleção é a opção mais viável. “Basicamente, vamos substituir os profissionais que estão fazendo dobras por professores efetivos”, esclarece.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

Ciências Ambientais - UniEVANGÉLICA tem aula inaugural do Mestrado e Doutorado da matéria

22/03/2019

O Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA dá mais um passo importante para se transformar em uma universidade....

FAEG Jovem leva horta comunitária a escola pública

22/03/2019

No dia 18 último, o grupo Faeg Jovem, da Federação da Agricultura do Estado de Goiás, esteve pela manhã na Escola Munici...

Saúde na Escola conta com 100% de adesão em Goiás

15/03/2019

Os 246 municípios goianos se cadastraram no Programa Saúde na Escola com apoio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás ...

Institutos Federais vão formar novos agentes digitais

07/03/2019

Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) terão até 29 de março para aderir ao Programa Nacional d...