(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Procon: Escola de Defesa do Consumidor é criada

Cidade Comentários 06 de maro de 2015

Unidade tem como objetivo disseminar práticas de educação para o consumo


Teve início na última terça-feira, 03, as instruções da Escola Municipal de Defesa do Consumidor, unidade criada com o objetivo de incentivar e aprimorar a educação para o consumo na cidade. Para marcar a inauguração, foi realizada uma aula especial do curso Direito do Consumidor, ministrada pelo desembargador substituto, Marcus da Costa Ferreira. O evento aconteceu no auditório do Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM).
A estudante de Direito, Talita Monteiro, foi uma das inscritas no curso e, segundo ela, além de tirar as dúvidas como consumidora, a capacitação contribuirá para a sua carreira. “Estou no 6ª período, justamente parte do curso onde vemos a disciplina sobre o direito do consumidor. E o que veremos aqui será um grande diferencial na minha vida acadêmica e profissional. Foi uma excelente iniciativa da Prefeitura de Anápolis e espero poder participar de outros cursos da minha área”, disse.
O secretário de Defesa do Consumidor, Valeriano Abreu, explicou que a Escola Municipal de Defesa do Consumidor representa um instrumento de capacitação e de conscientização do cidadão quanto aos seus direitos, seus deveres, e, enfim, sobre as normas que regem as relações de compra e venda. “A unidade surgiu da necessidade de evitar que as pessoas sejam vítimas de abusos por parte de fornecedores de produtos ou serviços”, declarou.
Valeriano Abreu acrescentou ainda que a Escola Municipal de Defesa do Consumidor vai oferecer não somente cursos. “A organização curricular prevê a realização de palestras e seminários, todos gratuitos, com acesso garantido a estudantes, donas de casa, líderes comunitários, empresários, comerciantes, dentre outros segmentos”, finalizou.

Curso
Para o primeiro curso disponibilizado pela Escola Municipal de Defesa do Consumidor foram disponibilizadas 30 vagas. Entre os assuntos abordados, prazos para reclamar a reparação de danos em produtos e serviços duráveis e não duráveis, a responsabilidade do fornecedor pelo produto ou serviço, os casos de publicidade enganosa e abusiva. Estes são alguns dos pontos preparados para abordagem no curso, cujo público-alvo são advogados, estudantes de Direito e áreas afins, estagiários, funcionários públicos, e todos aqueles que queiram ampliar seus conhecimentos sobre o assunto.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Cemitérios Municipais recebem obras para o feriado de Finados

20/10/2017

A Secretaria de Obras e Serviços Urbanos da Prefeitura está concluindo a limpeza e a manutenção, realizadas no Cemitério...

Iniciada a construção de calçadas em toda a Avenida Brasil Norte

20/10/2017

A Avenida Brasil ainda está em transformação. A via recebe, neste momento, intervenções que já deram um novo perfil par...

Estado vai repassar o prédio da Rodoviária para a Prefeitura

20/10/2017

O prédio do Terminal Rodoviário “Josias Moreira Braga” será incorporado ao patrimônio do Município. A transferência...

SANEAGO reconhece falhas, mas não admite a falta de água

20/10/2017

Várias ocorrências de desabastecimento de água foram registradas em Anápolis, entre quarta e quinta feiras (dias 18 e 19 ...