(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Preso acusado de executar vítima com tiro na nuca

Polícia Comentários 24 de agosto de 2017

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis cumpriu mandado de prisão temporária em desfavor de Igor Murilo Venâncio Mattos, 19 anos, na terça-feira (22). Ele é apontado como autor do homicídio praticado contra Fábio da Costa, ocorrido no Jardim das Oliveiras no início deste ano.


Na ocasião, o autor executou a vítima desferindo um disparo de arma de fogo na nuca de Fábio, que foi pego de surpresa e não pode esboçar qualquer tipo de reação.
Após meses de investigação, o GIH identificou o autor do crime, e que sua motivação teria sido uma dívida existente entre o homicida e a vítima. De posse dessas informações, o delegado responsável pelo caso, Vander Coelho, representou pela prisão temporária do autor. Igor Murilo foi preso e, ao ser interrogado, confessou a prática do delito, alegando em sua defesa que vinha sendo ameaçado pela vítima. Ainda segundo Vander, restam algumas diligências a serem realizadas, mas o inquérito policial relativo ao caso será remetido nos próximos 30 dias.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Polícia

Menor é acusado de homicídio e ocultação de cadáver

20/09/2018

Na última terça-feira,18, policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios da 03ª DRP – Anápolis, após realiz...

Homem acusado da morte de idoso tem a prisão preventiva decretada

20/09/2018

A Polícia Civil, por meio do Grupo Especial de Crimes Contra o Patrimônio (GEPATRI) da 3ª Delegacia Regional de Anápolis,...

Homem queria lucrar R$ 10 mil com venda de crack

29/03/2018

Na noite desta terça-feira, dia 27/03/2018, a Polícia Civil de Anápolis, através do Grupo Especial de Crimes Patrimoniai...

Condenações por abuso sexual e troca de cadáveres

16/03/2018

Um homem, cujo nome tem as iniciais P.A.S. (a identidade completa não foi fornecida), tio de uma criança de quatro anos de ...