(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Presídio de Anápolis sai do papel e apresenta o início das obras

Geral Comentários 08 de dezembro de 2012

300 novas vagas para detentos serão abertas no novo sistema prisional da Cidade


Algumas promessas do Governador Marconi Perillo, feitas durante a campanha estão sendo concretizadas. Dentre elas o mini presídio, que teve as obras iniciadas, depois de vários adiamentos. No local já existe uma movimentação e máquinas já estão ativas nesta construção.
A atual Cadeia Pública (Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc”) passa por grandes problemas de infraestrutura e lotação. A obra não é uma questão de luxo, mas, sim, de necessidade urgente. A situação é grave. De acordo com o Subsecretário de Secretaria Pública e Justiça, Thales Jayme, a obra do novo presídio está demorando a ser levantada devido a burocracias. “A situação da cadeia pública de Anápolis é desumana. Em razão de duas pendências da Agência Goiana de Transportes e Obras (AGETOP) ela está ficando mais atrasada. O problema não é o dinheiro, pois a verba desta construção já está empenhada”, explica.
Em outras três cidades, também, serão construídos novos presídios. Os municípios de Águas Lindas, Novo Gama e Formosa, estão dentro do mesmo projeto que contemplará Anápolis. O que, em números, representa 1,2 mil vagas abertas no sistema prisional.
O novo presídio de Anápolis está entre as muitas obras anunciadas pelo Governador Marconi Perillo e que criaram expectativas nos moradores da Cidade. O secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, afirmou, recentemente, que o Governador irá colaborar muito para o crescimento de Anápolis e não deixará de honrar os seus compromissos. “Já foi dada a licitação e a autorização para a construção deste novo presídio. Tudo o que foi prometido pelo Governador será cumprido. Marconi Perillo acredita e trabalha para esta cidade”, conta.
A Prefeitura de Anápolis também faz parte deste processo. O Governo Municipal adquiriu e repassou ao Estado o terreno onde está sendo construído o novo presídio. A entrega do prédio ocorrerá em, aproximadamente, 18 meses. O investimento no projeto será no valor calculado de R$ 10,5 milhões.
A concepção arquitetônica contará com corpo da guarda; módulo de administração; central de gás; sistema de abastecimento de água e energia elétrica; módulo de saúde; módulo de segurança e manutenção e os alojamentos dos presos divididos em duas alas, com 150 celas cada.
História e Atualidade
A atual cadeia pública começou a funcionar em 1987 (administração Adhemar Santillo), com, apenas, um pavilhão. Em 1996, já com a capacidade estourada, o estabelecimento penal passou por uma reforma e ampliação emergencial, graças a uma campanha idealizada pela Diocese de Anápolis, sob a coordenação do então vigário da Matriz de Bom Jesus, Monsenhor Luiz Ilc, que por sinal, empresta seu nome para o Centro de Inserção Social. Praticamente todo o material de construção e os recursos para o pagamento da mão de obra foram levantados junto à comunidade, inclusive com a realização de bingos, sorteios e outras promoções.
Apesar de ter passado por essa reforma, atualmente problemas como superlotação das celas não foram resolvidos. E mesmo que esta tentativa fosse concretizada, não haveria outro lugar para onde os detentos fossem transferidos. Há, ainda, casos em que uma cela com espaço ideal para 10 presos, abriga, hoje, 40 pessoas.
Outro problema é a falta de servidores para se manter o complexo em ordem. Muito trabalho fica acarretado, e sobrecarregam os funcionários. Com essa defasagem, existe uma sobrecarga para os atuais funcionários, o que impede um funcionamento aceitável na Cadeia Pública. Para se ter uma ideia, os servidores, incluindo agentes carcerários exercem variadas funções, como acompanhamento de presos em hospitais; audiências diárias, advogados e outros.

Autor(a): Diego Bartelli

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Convênios públicos têm nova regulamentação

11/05/2017

A Câmara Municipal realizou audiência pública nesta quinta-feira,11, em conjunto com a Prefeitura de Anápolis, para trata...

Corpo encontrado em lago é de empresário anapolino

04/05/2017

Na noite desta quinta-feira, 04, informação colhida pelo Jornal “A Voz de Anápolis”, junto a um irmão de Edmar Almeid...