(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Presidente da Câmara destaca as suas prioridades e desafios do cargo

Política Comentários 10 de janeiro de 2019

Leandro Ribeiro aponta que a retomada da obra do prédio do Parlamento Anapolino é uma das principais metas


Eleito recentemente para presidir a Câmara Municipal, o Vereador Leandro Ribeiro (PTB), em entrevista exclusiva ao Jornal CONTEXTO, disse que a conclusão do prédio do Poder Legislativo, será uma das principais metas de sua gestão, que vai até o dia 31 de dezembro de 2020.
O parlamentar ressaltou que o trabalho a ser desenvolvido no segundo biênio pela Mesa Diretora, será “de continuidade”, observando que pretende dar prosseguimento a ações que foram conduzidas pelo seu antecessor, o Vereador Amilton Filho (SD), dentre eles, os programas Escola do Legislativo e o Parlamento Jovem que, na sua avaliação, são projetos que visam despertar na população o interesse em conhecer e participar mais do Legislativo local. Conforme disse, esta aproximação maior com a sociedade é cada vez mais necessária, dado aos descrédito da população nos políticos e nas instituições políticas de uma maneira em geral.
Em relação aos novos governos - federal e estadual - o Presidente Leandro Ribeiro afirmou que tem uma grande preocupação em relação ao cenário político brasileiro, pois há um sentimento de renovação e mudança por parte da população, que vem sendo, conforme pontuou, traduzido nos discursos e ações do Presidente Jair Bolsonaro, discurso este que ataca pontos importantes, na sua visão, como as práticas de favorecimento às câmaras legislativas (Câmara Federal e Senado).

Transparência
Por outro lado, Leandro Ribeiro enfatiza que há uma enorme expectativa em relação ao Governo do Estado, sob a liderança de Ronaldo Caiado, que interrompeu um ciclo de 20 anos de poder. Conforme salientou, é importante que haja diálogo e interação não só por parte do Poder Executivo, mas também do Legislativo, no relacionamento com os governos Estadual e Federal. No caso do Estadual, o Presidente cita que uma questão relevante é a SANEAGO.
Sobre o fato de ser do mesmo partido do Prefeito Roberto Naves e se isso colabora para o bom diálogo entre os poderes - Executivo e Legislativo-, Leandro Ribeiro ressaltou que a questão partidária não é o fator determinante. Conforme lembrou, na eleição para a Mesa Diretora, o chefe do Executivo não interferiu no processo, uma vez que eles são da mesma legenda e o candidato adversário, o Vereador Jakson Charles, é o líder do Prefeito na Casa. “Na chapa, colocamos um vice do PT (partido de oposição). Isso demonstra que não temos dificuldade nessa questão de partido”. Ainda, conforme disse, não há qualquer dificuldade de relacionamento com o Prefeito Roberto Naves, que fez pela primeira um convite para que ele disputasse uma candidatura à Câmara Municipal. Ele, no entanto, recordou que não disputou a eleição de sete anos atrás, mas em 2016, foi novamente convidado por Roberto e, dessa vez, aceitou o convite, “e ambos tivemos êxito”, concluiu.
Questionado a respeito do papel que a oposição exerce na Câmara Municipal, Leandro Ribeiro foi taxativo: “Ela (a oposição) contribui muito. Tem uma máxima que diz: ´oposição fraca, governo fraco´. Tem que haver sim oposição, para apontar erros e caminhos, para que a população possa fazer a sua avaliação”, enfatizou.
Leandro Ribeiro foi, ainda, questionado sobre projetos para investimentos na estrutura do Poder Legislativo. Ele disse que a Câmara recebe o duodécimo, que é o repasse feito pela Prefeitura todos os meses do ano, dentro de um limite de 5% da receita, conforme preconiza a legislação. E, dentro do recurso que é repassado, pode ser usado até o limite de 70% com despesa de pessoal. Ao longo dos anos, sempre houve limitação para investimentos em estrutura física e, dessa forma, observou, “tudo na Câmara virava um puxadinho”. O Presidente acredita que não há muito que se fazer, devido às limitações, porém, enfatizou que buscará, dentro de sua gestão, oferecer as melhores condições tanto de trabalho para os vereadores e servidores, quanto para o atendimento à população.

Transparência
O novo Presidente da Câmara Municipal afiançou que a sua gestão na Mesa Diretora, dará também atenção especial à questão da transparência, seja do ponto de vista interno, com as ferramentas da Casa, seja do ponto de vista externo, com a divulgação do trabalho dos vereadores através das redes sociais, dos jornais, emissoras de rádio e TVs, portais e outros meios. “Temos que aproveitar todos os meios possíveis para mostrar o trabalho da Casa e dos vereadores”, sublinhou.
Com relação a uma possível mudança de partido, caminho que pode ser tomado pelo Prefeito Roberto Naves, Leandro Ribeiro adiantou que, no momento, não pensa nisso, mesmo porque, o seu mandato é do Partido. Ele disse que só se, no futuro, algum “acidente de percurso” acontecer, ele mudaria. Porém, disse que o PTB, sigla que preside no Município, tem lhe dado respaldo. “Nunca tive nenhum problema e se acontecer futuramente, não teria problema em mudar aproveitando a janela partidária”.

Leandro Ribeiro é contra ideia de demolir prédio inacabado
Uma questão que não poderia ficar de fora da entrevista, é sobre a obra inacabada do prédio da Câmara Municipal. A paralisação do projeto deu-se em 2016, depois de uma sucessão de erros nos projetos arquitetônicos e de engenharia do prédio, que começou a ser edificado bem ao lado da atual sede do Legislativo, que é uma construção antiga e que teve parte demolida para que houvesse a adaptação com a nova edificação.
Desde o início da paralisação, têm sido apontadas alternativas para se resolver o problema, dentre elas, a demolição do prédio e a construção de um novo, em local diferente.
O presidente lembra que, embora a construção seja para a Câmara Municipal, a execução - que teve início nas gestões dos ex-prefeitos Antônio Gomide e João Gomes, ambos do PT - é de responsabilidade da Prefeitura. Ele, no entanto, é contra a demolição. “Seria um tapa na cara da população”, frisou, explicando que, neste caso, seria um flagrante desperdício de dinheiro público, do contribuinte, uma vez que ali já foram gastos em torno de R$ 7 milhões. Um levantamento feito por uma comissão de engenheiros e arquitetos, a pedido do prefeito Roberto Naves, apontou que para a finalização do projeto, com as adaptações necessárias, seriam necessários mais, pelo menos, cerca de R$ 12 milhões.
Leandro Ribeiro reconhece que é uma situação complexa e se disse favorável, até, que houvesse um plebiscito para que a população pudesse opinar sobre a melhor solução para esta questão.
No entanto, disse, também, que vai ampliar a conversa com o Prefeito Roberto Naves sobre a construção do novo prédio, tendo em vista que, no ano passado, a própria Câmara Municipal aprovou uma autorização para que o Município possa contrair um empréstimo de R$ 50 milhões, sendo que parte desse recurso poderia ser carreada para a edificação. Depois de tomar posse, Leandro Ribeiro ainda não se reuniu com o Prefeito Roberto Naves, em caráter oficial, para tratar de questões administrativas.

Autor(a): Claudius Brito & Vander Lúcio Barbosa

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Deputado Coronel Adailton preside CPI das Universidades

26/04/2019

O deputado estadual Coronel Adailton (PP), foi eleito presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia ...

Projeto prevê estender mandato de prefeitos e vereadores

25/04/2019

O Prefeito Roberto Naves e os 23 vereadores de Anápolis podem ganhar mais dois anos de mandato, assim como os demais prefeit...

Prazo para a regularização de imóveis será ampliado até o final de dezembro

25/04/2019

A Câmara Municipal aprovou, em dois turno de votações, em sessões ordinárias ocorridas na última quarta-feira, 24/04, o...

Projeto prevê proteção dos direitos da pessoa com autismo

17/04/2019

O Deputado Estadual Amilton Filho (SD) apresentou, na Assembleia Legislativa, Projeto de Lei que institui em Goiás a Políti...