(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Presidência da Câmara começa a ser discutida

Política Comentários 14 de novembro de 2014

Como a Cidade não tem vice-prefeito, o Presidente do Legislativo é o eventual substituto do Chefe do Executivo


Em meio ao esgotamento da pauta relativa ao Ano Legislativo de 2014, os vereadores, em Anápolis, começam a viver outra preocupação: a eleição da Mesa Diretora para o biênio 2015/2016. E, o cargo de Presidente do Poder Legislativo Municipal se reveste de uma importância singular, por contra da peculiaridade vivida em Anápolis: a Cidade não tem vice-prefeito, já que, devido à renúncia do, então, prefeito Antônio Gomide, que se candidatou ao Governo do Estado em outubro último, seu vice, João Gomes, assumiu a titularidade do cargo. Desta forma, como estabelece a lei, o substituo imediato de João Gomes, em caso de algum impedimento, será o Presidente da Câmara.
E, conforme acontece em, praticamente, todas as eleições para a Mesa Diretora do Legislativo, o assunto, ainda, está sendo tratado com muitas reservas. Isto, tradicionalmente, faz parte das estratégias dos pretensos candidatos, que se reservam ao máximo, a fim de não “queimarem" suas candidaturas. Assim sendo, todos eles, abordados sobre o assunto, preferem desconversar e dizer que o foco, por enquanto, é outro.
Acontece, entretanto, que, nos bastidores, a realidade é bem diferente. Já existem nomes colocados para, pelo menos, consultas iniciais. Além disso, encontros informais e conversas na base da suposição e no campo das possibilidades, começaram a aflorar nos últimos dias, tendo em vista aproximação do final do ano. E, embora não confirme, o vereador Mauro José Severiano (Maurão do INPS), do Solidariedade, seria um candidato em potencial. No cumprimento de seu sétimo mandato ininterrupto, tem-se como certo que nenhum outro vereador conheça o funcionamento da Câmara Municipal como ele. Além dessa experiência toda, Maurão contaria, a seu favor, com o livre trânsito de que desfruta em todas as bancadas e nas outras esferas de poder, como o Executivo e o Judiciário. Mauro Severiano é de origem simples. Foi vendedor ambulante; militar, prestou concurso para motorista no Serviço Público Federal e, recentemente, graduou-se em Direito.
Saliente-se que o nome dele já foi ventilado em diversas outras ocasiões, mas, sempre houve a negativa. “Prefeito ficar desimpedido de procedimentos formais, dentro de gabinetes e atender ao povo nas ruas, nos bairros”, costuma dizer. Mas, desta vez, quem convive, mais próximo a ele, admite que o mais experiente de todos os vereadores anapolinos estaria disposto a colocar seu nome à apreciação dos companheiros. Há quem diga que Maurão teria votos suficientes para se eleger Presidente da Câmara “se as eleições fossem hoje”.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...