(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Preparadas novas turmas para atuarem na Justiça Móvel em Anápolis

Trânsito Comentários 04 de maro de 2016

Treinamento capacitou mais de 60 agentes para a solução de conflitos


A Escola Judicial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás e o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos promoveram, recentemente, um Curso de Técnicas de Conciliação e Treinamento Prático das equipes da Justiça Móvel de Trânsito na Comarca de Anápolis.
Os cursos aconteceram no Centro Universitário de Anápolis (UniEvangélica). Foram formadas duas turmas. A primeira, capacitada no Curso de Conciliação Judicial, nos moldes da Resolução 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça e ministrado pelas instrutoras do CNJ Creuzeny de Matos Silva, Telma Gomes de Freitas Vieira e Claudiane Alves da Silva, que capacitaram 24 novos conciliadores.
A segunda turma foi composta por agentes de trânsito da Companhia Municipal de Trânsito e Transportes (CMTT), Polícia Militar do Estado de Goiás e Conciliadores da Justiça Móvel de Trânsito. Participaram 43 alunos e o treinamento foi ministrado pelos instrutores José Simões de Lima Júnior e Gildário Nunes Freitas. O juiz coordenador do 3º Centro Judiciário da Comarca de Anápolis, Algomiro de Carvalho Neto, também, participou do evento.
Para estarem habilitados como conciliadores, os alunos ainda deverão realizar o estágio supervisionado por um instrutor, atuarem em dez audiências reais de conciliação e mais 30 horas de estágio auto-supervisionado, além de elaborarem relatório das audiências e serem aprovados pelos instrutores.
Quando acionada, a Justiça Móvel de Trânsito desloca uma equipe até o local do acidente, a fim de promover a conciliação dos envolvidos para solução imediata da questão. Sem ajuizar processos, o recebimento de indenizações fica mais rápido entre os envolvidos. Caso não seja possível o acordo, é feita colheita de provas para instrução do processo. São atendidos apenas acidentes com veículos automotores que não envolvam mortes. Desde novembro de 2000, foram realizados 66.464 atendimentos, dos quais 86% tiveram em acordos. (Fonte - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Trânsito

Estacionamento de veículos em calçadas será regulamentado

10/08/2017

O uso de calçadas para estacionamento de veículos vai ser regulamentado em Anápolis, através de um capítulo específico ...

Carteira eletrônica

27/07/2017

A Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) foi aprovada na última terça-feira,25, em reunião do Conselho Nac...

DETRAN tem 35 novos serviços

13/07/2017

O total de 35 novos serviços serão disponibilizados pelo Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), até o f...

Projeto Vida no Trânsito será implantado no Município

29/06/2017

Reduzir o número de vítimas – mortos e feridos - em decorrência de acidentes de trânsito é o principal objetivo do pro...