(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Prefeitura e Santa Casa: mutirão de cirurgias

Saúde Comentários 19 de junho de 2009

O prefeito Antônio Gomide anunciou repasses que podem chegar a R$ 1,8 milhão extra teto à Santa Casa, para atender mais de 600 pessoas que estão aguardando para fazer cirurgias


A Prefeitura de Anápolis e a Santa Casa de Misericórdia, assinaram, na última terça-feira,16, um protocolo de intenções, a partir do qual - com investimentos que podem chegar a R$ 1,8 milhão nos próximos três meses - vai acabar com a fila de mais de 600 pessoas que aguardam para fazer cirurgias eletivas através do Sistema Único de Saúde (SUS), muitas delas desde 2006. Inicialmente, o município está disponibilizando à Santa Casa cerca de R$ 600 mil. E a intenção, segundo informou o prefeito Antônio Roberto Gomide, é celebrar convênios também com hospitais particulares, para que procedimentos de alta complexidade, possam ser financiados mediante o apoio financeiro da Prefeitura e beneficiar as pessoas de baixa renda que necessitam deste tipo de atendimento.
De acordo com o chefe do Executivo, o protocolo assinado com a Santa Casa garante o início imediato das cirurgias eletivas. Pacientes que estão no início da fila - como é o caso de Simone Gomes dos Santos e Maria do Carmo Rezende, que necessitam de cirurgia na vesícula - ficaram receosas em comemorar, de imediato, a conquista. Porém, acreditam que, desta vez, a parceria irá surtir efeito e que muitas pessoas como elas, não mais terão de conviver com o sofrimento da doença e a agonia da fila de espera que quase não andava.
O programa foi batizado de “Fila Zero”. O prefeito Antônio Gomide adiantou que já conversou com proprietários de hospitais particulares, dentre eles o Nossa Senhora Aparecida e o Evangélico Goiano. Inclusive, acenou a possibilidade, com este último, de um convênio para beneficiar pessoas carentes que necessitam de cirurgias cardíacas. O chefe do Executivo enfatizou que o trabalho desenvolvido pela sua administração é para que a população, independente da faixa de renda, tenha acesso aos serviços de saúde, desde o atendimento ambulatorial mais simples até a realização de exames complexos, como o de tomografia computadorizada. “Temos que avançar neste caminho, porque todos necessitam ser atendidos, da melhor forma, independente da condição financeira”, ponderou.
A diretora da Santa Casa, irmã Rita Cecília, classificou o ato de celebração do protocolo de intenções como histórico, “pois um prefeito e toda a sua equipe vieram a nós oferecer uma ajuda, mas uma ajuda que representa solidariedade”, observou, acrescentando que essa ação vai trazer um grande alento às pessoas mais pobres, que às vezes sequer tem dinheiro para pegar o ônibus para ir ao hospital e, agora, terão condição de fazer as cirurgias de que necessitam para uma melhor qualidade de vida.
O secretário municipal de Saúde, Vilmar Martins, disse que atender a população carente tem sido uma ação prioritária da pasta. Na oportunidade, ele fez um rápido balanço de algumas conquistas para a área de saúde, como a melhoria no Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) e a seleção de 240 profissionais para atuar em diversas áreas da saúde. “E agora, essa conquista importante que é zerar a fila dos pacientes que aguardam cirurgias eletivas”, frisou.

O que é?
A cirurgia eletiva se caracteriza, basicamente, por ser um tipo de intervenção onde não há uma situação de urgência e emergência. Ou seja, o paciente não se encontra em sério risco. É também chamada de cirurgia programada.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Obras do Centro Pediátrico 24 horas seguem o cronograma

12/01/2018

A obra do Centro Pediátrico 24h, construída ao lado do Cais Mulher, no Bairro Maracanã, iniciou o ano de 2018 se preparand...

Ambulatório de Queimados registra aumento de demanda

29/12/2017

No Ambulatório de Queimados do Hospital Municipal Jamel Cecílio são atendidos, em média, 80 pacientes por dia, vítimas d...

Casos de AIDS têm aumento de 70% no Município

29/12/2017

O número de pacientes soropositivos para a Aids, teve um aumento de cerca de 70 por centro este ano, comparado aos anos ante...

SAMU promove simulação de acidentes no Parque da Cidade

22/12/2017

Visando capacitar e avaliar a atuação dos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Prefeitura...