(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Prefeitura e Saneago anunciam obras estruturantes

Cidade Comentários 06 de novembro de 2015

Prefeito João Gomes anuncia a criação de dois distritos industriais, um deles, em curto prazo


Assunto recorrente há tempos na Cidade, a criação de novos espaços para a implantação de projetos industriais no Município de Anápolis foi anunciada pelo Prefeito João Gomes Pinto, durante a Reunião Ordinária de Diretoria da Associação Comercial e Industrial, na noite de quarta-feira, 04 de novembro. Dezenas de empresários, lideranças classistas, convidados especiais e pessoas de diferentes setores da comunidade participaram do encontro. O Presidente da ACIA, empresário Anastacios Apostolos Dagios, classificou de altamente produtivo o encontro, tendo em vista coincidir o que foi dito pelo Prefeito, com a campanha liderada pela entidade, qual seja, a disponibilização de áreas para a instalação de novos parques fabris.


O Prefeito que, recentemente, retornou de viagem a vários países da Europa, quando fez parte da comitiva liderada pelo Governador Marconi Perillo, disse que a visita rendeu bons frutos para Goiás, especialmente para Anápolis. Ele anunciou a instalação, imediata, de uma nova empresa na área do Distrito Agro Industrial (DAIA) para a fabricação de embalagens variadas de medicamentos. Esta empresa vai gerar, incialmente, 700 empregos diretos.


Sobre os novos distritos, João Gomes disse que um deles vai ser acoplado ao projeto do Parque Tecnológico, em área contígua ao DAIA e, o outro, na região próxima à AMBEV (antiga CEBRASA) às margens da BR 060. Um dos empreendimentos é da iniciativa privada e, o outro, provavelmente no sistema de parceria público privada (PPP) o que garante celeridade na implantação. Segundo o Prefeito, o Governador Marconi Perillo acenou positivamente para os dois projetos e anunciou que pretende manter uma ampla parceria com estas propostas.


Produtividade


A queda da produtividade econômica de Anápolis, medida por pesquisa do IBGE e da Revista Exame foi, também, alvo de comentários durante a reunião. O Prefeito João Gomes afirmou que, de fato, isto é preocupante, pois reflete, diretamente, na arrecadação de tributos. Segundo ele, desde 2013 a arrecadação tributária de Anápolis vem decrescendo e acumulou um prejuízo superior a 18 milhões de reais, ou seja, dinheiro que não veio para os cofres públicos municipais em forma de repasses, principalmente do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).


Todavia, o Chefe do Executivo Anapolino disse que “Anápolis, ainda, é a bola da vez. Na viagem à Europa, em diversos lugares por onde passamos, as pessoas falaram do Município, do Porto Seco e de outras potencialidades”, alegou. De acordo com João Gomes, Anápolis, ainda, detém 10 por cento de toda a riqueza do Estado de Goiás e com a ativação de projetos importantes como o Aeroporto de Cargas, a Plataforma Multimodal e os dois novos distritos industriais, a situação vai se reverter e em curto espaço de tempo o Município voltará a disparar na corrida desenvolvimentista do Centro Oeste.


Saneamento Básico


A oferta de água potável tratada, assim como a coleta e o tratamento de esgoto sanitário, foi outro tema discutido na Reunião Ordinária de Diretoria da ACIA na noite de quarta-feira, 04. O Diretor de Expansão da Saneago, Afrêni Gonçalves Leite e o Engenheiro Ederson Ponciano, Superintendente de Obras daquela empresa, fizeram um amplo relato dos investimentos que a estatal realiza em Anápolis, assim como anunciaram os projetos futuros para ampliação dos dois sistemas no Município. Antes, pela manhã, o Presidente de Estatal, José Taveira Rocha, já havia se reunido com vereadores, produtores rurais da bacia do Ribeirão Piancó e lideranças comunitárias em geral, para discutir a questão da falta água durante o período de estiagem na Cidade.


De acordo com dados da Saneago, Anápolis, hoje, tem a cobertura de 50 por cento com redes de esgotos. Até o final de 2017, segundo cálculos da Empresa, pretende-se chegar a 90 por cento de toda a área urbana servida com redes de coleta. Parte das obras já foi licitada. O projeto é dividido em quatro áreas e duas delas já devem ser trabalhadas ainda este ano. As outras aguardam resultados de recursos apresentados por empresas que perderam no processo licitatório.


Sobre a falta de água, notadamente no período da estiagem, os dirigentes da Saneago falaram das obras em andamento para se resolver a questão. A principal delas será o reforço da vazão do Ribeirão Anicuns para o Ribeirão Piancó, o que possibilitará aumentar de 600 para 900 litros de água por segundo e a ampliação do projeto da ETA (Estação de Tratamento de Água) que se localiza no Jardim das Américas. Em uma nova etapa, vai ser bombeada água do Ribeirão Capivari o que permitirá, inclusive, uma menor retirada de água do Piancó, hoje motivo de discórdia entre a empresa, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e os produtores rurais das margens daquele ribeirão. A conclusão total desse projeto está prevista para o final de 2017.

Autor(a): Nilton Pereira

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...

Anápolis ainda tem muito caminho para melhorar em informação

02/06/2017

Criada em 2011, a Lei de Acesso à Informação ainda não é aplicável de forma plena por boa parte dos municípios brasile...

MP pode aliviar dívida municipal com o INSS

18/05/2017

Durante a marcha dos prefeitos à Brasília, na terça-feira,16, o Presidente Michel Temer assinou uma Medida Provisória amp...