(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Prefeitura e hospitais particulares firmam convênio

Saúde Comentários 26 de junho de 2009

Através da parceria, o município irá repassar recursos aos hospitais, que entrarão com a contrapartida da estrutura física e de pessoal para a realização de cirurgias


A Prefeitura de Anápolis, através da Secretaria de Saúde, celebrou acordo com hospitais particulares da cidade, nos mesmos moldes que já havia sido feito com a Santa Casa de Misericórdia, para acabar com a fila de pessoas à espera de cirurgias eletivas (quando não há risco de morte pelos pacientes). Atualmente, em torno de 500 pessoas aguardam atendimento.
A assinatura do protocolo de intenções aconteceu na terça-feira,23, no auditório da secretaria, com a presença do prefeito Antônio Gomide e do secretário Wilmar Martins, representantes dos hospitais e várias outras autoridades do município.Também estiveram presentes o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), Salomão Rodrigues Filho, o presidente da Associação dos Hospitais Particulares do Estado de Goiás (Aheg), Adelvânio Morato, a diretoria da Clínica Hospitalar Santo Antônio, o diretor administrativo do Hospital Evangélico de Goiás (HEG), o diretor do Hospital Nossa Senhora Aparecida, Max Lânio Gonzaga Jaime e o diretor do Hospital São Zacarias, Roberto Zacarias.
Dentro do planejamento inicial do Fila Zero, a Prefeitura de Anápolis vai disponibilizar o recurso e as instituições parceiras entram com a estrutura física e humana para a realização das cirurgias. O programa irá permitir intervenções do aparelho digestivo, ginecológicas, vasculares, urológicas, ortopédicas e neurológicas entre outras.
Para o secretário municipal de Saúde, Wilmar Martins, podem se beneficiar do programa pessoas residentes na cidade que tenham passado por avaliação médica prévia, com indicação de tratamento cirúrgico. A idéia, todavia, é zerar em um prazo aproximado de quatro meses a demanda atual e, assim, abrir espaço para que mais anapolinos sejam contemplados.
O presidente da Cremego, Salomão Rodrigues, disse que a iniciativa da prefeitura disponibilizar o recurso e as instituições parceiras entrarem com a estrutura física e humana para a realização das cirurgias é elogiável. Ele ainda destacou a importância de manter políticas de saúde como esta para que as filas das cirurgias eletivas não voltem a crescer.
Adelvânio Morato destacou o pioneirismo de Anápolis ao implantar o Cirurgia: Fila Zero e diz que pretende levar este trabalho para outras cidades do Estado. “Em todas as cidades a situação das filas de espera é caótica. Este programa deve ser implantado em outros municípios para evitar que pacientes migrem para Anápolis”, orienta o presidente da Aheg.
O diretor do Hospital Nossa Senhora Aparecida, Max Lânio Gonzaga Jaime, lembrou de inúmeras instituições hospitalares que tiveram que fechar as suas portas porque não encontraram parcerias como esta, da administração municipal, entre eles, Santa Paula e Dom Bosco. “Este momento é especial para a história da área médica de Anápolis porque vivemos uma situação difícil. E eu sei como é o dia a dia das pessoas que agonizam na fila”, afirma.
O chefe do executivo municipal informou que o principal objetivo do programa é zerar as filas das cirurgias eletivas ainda este ano e, caso necessário, aplicar esta ação de acordo com a demanda. Antônio Gomide afirma que foi repassado aos parceiros que assinaram o acordo, o valor de R$ 1, 8 milhão, entre filantrópicos e particulares, fora a verba mensal que já é destinada a estas instituições. “É uma forma de pensarmos juntos com estes parceiros a respeito dos problemas da cidade. O município sempre teve recursos para aplicar na Saúde, mas era necessário ter planejamento”, garante.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Combate à “farra” dos cartões do SUS

17/01/2019

O Prefeito Roberto Naves anunciou que deverá enviar uma equipe técnica para conhecer o modelo de gestão de uma espécie de...

Secretário Municipal de Saúde faz “raio-x” nas unidades ligadas ao setor

17/01/2019

Avaliar de perto a realidade de cada uma das unidades da rede municipal e fiscalizar a prestação de serviços ao cidadão. ...

Crise na Saúde - Municípios estão em dificuldades sem os repasses do Estado

10/01/2019

De acordo com o Atlas da Eficiência da Educação (versão 2018) em Goiás, a gestão da educação em 213 municípios (93% ...

Verba para equipamentos na odontologia municipal

10/01/2019

Devido ao trabalho executado na área de saúde bucal, inclusive com a criação de 12 novas equipes em dois anos, a Prefeitu...