(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Prefeitura cobra ajuda da população

Cidade Comentários 05 de fevereiro de 2010

A partir da próxima semana, o trabalho de prevenção e combate à dengue em Anápolis será intensificado. A ideia é fazer com que a população contribua mais para eliminar focos do Aedes aegypti


Uma caminhada vai marcar a Mobilização no Combate à Dengue em Anápolis, na próxima terça-feira, 5. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), pretende intensificar as ações de orientação no combate ao mosquito Aedes aegypti para população. O Dia D da campanha irá acontecer no dia 08 de cada mês, conforme determinado pela Secretaria Estadual de Saúde.
A Semusa programou caminhada pelo setor central da cidade, onde será feito o recolhimento de lixos e entulhos, principais criadouros do mosquito transmissor da doença. O evento terá início às 9 horas, na Praça Americano do Brasil, e contará com a presença do prefeito Antônio Gomide e outras autoridades.
Todas as atividades vão ser realizadas em parceria entre as secretarias de Saúde, Esporte e Educação. Vão colaborar com o trabalho de orientação e distribuição de panfletos informativos os alunos da rede municipal de ensino, escoteiros, agentes de saúde e servidores públicos.
De acordo com a Diretoria de Vigilância em Saúde, as ações realizadas no Centro da cidade são apenas o início de uma intensificação no combate ao mosquito Aedes aegypti. Medidas como arrastões com delimitação de focos da doença e manejo ambiental em bairros com maior incidência já estão sendo tomadas. A Semusa também está promovendo atividades educativas junto às escolas da rede municipal, estadual, conveniadas e particulares.
Mensalmente serão realizadas reuniões de avaliação e controle da dengue. Dentre as ações de intensificação erradicação da doença, definiu-se que todo dia 8 de cada mês sejam executadas atividades de combate a criadouros do mosquito transmissor.

A doença
A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da dengue.
A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus de evolução benigna, na maioria dos casos, e seu principal vetor é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais.
Existem duas formas de dengue: a clássica e a hemorrágica. A dengue clássica apresenta-se geralmente com febre, dor de cabeça, no corpo, nas articulações e por trás dos olhos, podendo afetar crianças e adultos, mas raramente mata. A dengue hemorrágica é a forma mais severa da doença, pois além dos sintomas citados, é possível ocorrer sangramento, ocasionalmente choque e consequências como a morte.
A doença não é transmitida de pessoa para pessoa. Seu principal vetor é o mosquito que, após um período de 10 a 14 dias, contados depois de picar alguém contaminado, pode transportar o vírus da dengue durante toda a sua vida. O ciclo de transmissão ocorre do seguinte modo: a fêmea do mosquito deposita seus ovos em recipientes com água. Ao saírem dos ovos, as larvas vivem na água por cerca de uma semana. Após este período, transformam-se em mosquitos adultos, prontos para picar as pessoas.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Assembleia Legislativa faz homenagem ao Município

03/08/2017

A Assembleia Legislativa realizará nesta sexta-feira, 4, por iniciativa do deputado Carlos Antonio (PSDB), sessão especial ...

Anápolis recebe jogos da Liga Nacional de Handebol

03/08/2017

A Força Atlética/ Estácio de Sá/ Governo de Goiás volta às quadras para participar da Liga Nacional Feminina Conferênc...

Uma cidade formada por muitas lutas e conquistas

28/07/2017

Desde 1870, quando Gomes de Sousa Ramos iniciou a colonização do lugarejo onde foi construída uma capela em homenagem a Sa...

Anápolis é o 2º maior gerador de riquezas de Goiás

27/07/2017

Conforme dados divulgados pelo IBGE, Anápolis mantém sua posição como o segundo maior gerador de riquezas em Goiás. O Pr...