(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Prefeito se encontra com ministra do Planejamento e apresenta reivindicações

Cidade Comentários 01 de maro de 2013

Dentre os vários itens da pauta do encontro, Gomide solicitou recursos para o Plano de Mobilidade Urbana e apoio para recuperação de área da Rede Ferroviária Federal


Com o objetivo de buscar recursos para beneficiar a cidade de Anápolis, o prefeito Antônio Roberto Gomide se reuniu com a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, e os assessores do Ministério, Maurício Muniz e Elaine Paz, na tarde da última quarta-feira, 27, em Brasília. Participaram ainda do encontro o procurador-geral do município, Edmar Silva e o secretário municipal da Fazenda, José Roberto Mazon.
Uma pauta previamente definida foi discutida na ocasião. Entre os assuntos estava a busca de recursos para o Plano de Mobilidade Urbana do Município, especificamente, para a construção de eixos exclusivos para ônibus na Avenida Brasil e também de viadutos. Outra reivindicação do prefeito Antônio Roberto Gomide junto à ministra Miriam Belchior, diz respeito ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) - dentro da proposta de recursos para cidades de médio porte – para ações como construção de Unidades Básicas de Saúde, Centros Municipais de Educação Infantil, quadra cobertas nas escolas e asfalto, além da concretização de obras como a Ferrovia Norte-Sul, o anel viário e o viaduto no trevo do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia). “A ministra entende perfeitamente esses pleitos e reconhece Anápolis como uma referência no Centro-Oeste. E disse, ainda, que a presidente Dilma tem total interesse em consolidar essas obras até 2014”, revelou o prefeito.
O prefeito Antônio Roberto Gomide buscou ainda verbas específicas para o saneamento básico, dentro do compromisso de garantir 100% de água tratada e 85% de rede de tratamento de esgoto na cidade. “Estamos pleiteando aproximadamente R$ 85 milhões de reais para investir nesse setor e garantir esse compromisso. Recorremos ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão porque a Saneago não conseguiu os recursos necessários para alcançarmos esse percentual”, destacou.
Desde que assumiu a Prefeitura, Antônio Roberto Gomide, busca junto ao governo federal uma negociação para cancelar a dívida superior a R$ 80 milhões referente ao terreno da Rede Ferroviária e também fazer com que a área volte para o município. “Estamos acompanhando o trâmite desse processo e ficamos otimistas que essa situação será revertida, já que a ministra Miriam Belchior foi extremamente receptiva e sinalizou um trabalho conjunto e em prol da cidade de Anápolis”, disse.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Cemitérios Municipais recebem obras para o feriado de Finados

20/10/2017

A Secretaria de Obras e Serviços Urbanos da Prefeitura está concluindo a limpeza e a manutenção, realizadas no Cemitério...

Iniciada a construção de calçadas em toda a Avenida Brasil Norte

20/10/2017

A Avenida Brasil ainda está em transformação. A via recebe, neste momento, intervenções que já deram um novo perfil par...

Estado vai repassar o prédio da Rodoviária para a Prefeitura

20/10/2017

O prédio do Terminal Rodoviário “Josias Moreira Braga” será incorporado ao patrimônio do Município. A transferência...

SANEAGO reconhece falhas, mas não admite a falta de água

20/10/2017

Várias ocorrências de desabastecimento de água foram registradas em Anápolis, entre quarta e quinta feiras (dias 18 e 19 ...