(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Preço do pão e do leite cai nos supermercados

Cidade Comentários 21 de maro de 2014

Segundo o Procon, foram encontradas diferenças de mais de 60% entre os menores e os maiores preços pesquisados


O café da manhã dos anapolinos que compram pão e leite nos supermercados da Cidade, está mais barato. É o que revela uma pesquisa feita pela Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon). Segundo foi apurado, em fevereiro último, o menor preço do leite foi registrado em R$ 2,29. No mesmo mês do ano passado, o mesmo produto foi cotado ao menor preço por R$ 2,59, uma queda de 12%. Já o pão Frances foi cotado ao menor preço em fevereiro de 2013 a R$ 4,99 o quilo e, este ano, no mesmo mês, a R$ 4,85, uma diferença a menor de 3%. A comparação é feita com os menores preços auferidos nas pesquisas.
O Procon pesquisou os valores do litro de leite de sete diferentes marcas, praticados por sete supermercados no mês de fevereiro último e constatou que, em alguns casos, a diferença no valor de um mesmo produto pode chegar a 60,2%, como é o caso, por exemplo, da caixa de um litro do leite Ninho, encontrado ao menor valor por R$ 2,99 e ao maior valor por R$ 4,79. Foram ainda encontradas variações de 52,4% para a caixa de um litro do leite Itambé e 42,2% para a caixa de um litro do leite Piracanjuba. A menor variação apurada pelo Procon foi do leite Lara, em saco de um litro, que foi encontrado ao menor preço por R$ 1,75 e ao maior preço por R$ 1,99, ou seja, uma variação de 8,8%.
Com relação ao pão francês, o consumidor anapolino também deve estar muito atento, já que o quilo do produto teve variação de 64,7% entre o menor preço (R$ 4,85) e o maior preço (R$ 7,99) apurado pelo Procon.
A pesquisa fopi realizada nos seguintes supermercados: Floresta, Rio Vermelho, Super Vi, Hiper Vi, Atende Mais, Carrefour e Pérola. Segundo o Procon, o supermercado Bretas não foi utilizado para fins de comparação, porque o mesmo não foi pesquisado em 2013. As marcas de leite pesquisas, foram: Piracanjuba, Itambé, Italac, Ninho, Qualy, Lara e Parmaleite.
O secretário municipal de Defesa do Consumidor, Valeriano Abreu destaca que o objetivo deste levantamento é informar o consumidor sobre o aumento nos últimos meses destes produtos e dar condições de referência de preços para comprar com menor valor. Valeriano Abreu ressalta que o consumidor pode utilizar a lista para seu planejamento. “Se o consumidor tiver disposição de pesquisar estabelecimentos ele fará economias significativas que, no final do mês, farão a diferença no orçamento doméstico”, pontuou. O resultado completo da pesquisa pode ser conferido na internet, no site: www.anapolis.go.gov.br

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis tem novos comendadores

20/07/2017

A Comenda “Gomes de Sousa Ramos”, maior honraria instituída pelo Município, foi entregue a personalidade de diversos se...

Monumentos históricos de Anápolis completam 60 anos

13/07/2017

Ignorados por grande parte da população e, até, pelas autoridades governamentais, dois monumentos que ficam no centro de A...

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...