(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Pouco custo, muito benefício: confira teste com notebooks de até R$ 1,6 mil

Tecnologia Comentários 27 de agosto de 2010

Comprar um notebook não é investimento. Ao tirá-lo de uma loja, o modelo deprecia em quase 4% de seu valor. Em seis meses, ele pode valer até 20% menos.


Comprar um notebook não é investimento. Ao tirá-lo de uma loja, o modelo deprecia em quase 4% de seu valor. Em seis meses, ele pode valer até 20% menos. A partir de um ano de fabricação, 40% menos, segundo dados da Porto Seguro Seguros e Luma Seguros. Além disso, com a avalanche de produtos que chegam às prateleiras todos os dias, uma máquina hoje considerada topo de linha (e topo de preço), amanhã terá seu preço diminuído, para dar espaço a outra mais potente e com preço não tão mais alto.
Diante desse cenário – ou da falta de grana – , muitos consumidores optam por investir pouco na hora de comprar seus computadores portáteis. De olho nesse público, testamos notebooks “bons e baratos”, das principais fabricantes que atuam no Brasil: participaram da avaliação quatro laptops de entrada, que custam até R$ 1.600, com tela entre 11 e 14 polegadas. Os modelos avaliados o Asus K40IJ, Acer Aspire 1410, LG R460 e o MSI CR 400.
Pesado e quadradão, o Asus K40IJ, com preço a partir de R$ 1.499, destacou-se pelo seu apelo multimídia. A tela de LED de 14 polegadas, que mostra excelente contraste e saturação nas cores, é outro chamariz. Já o leve e bonito Acer Aspire 1410 é uma espécie de netbook (tem tela de 11 polegadas) com preço de notebook (R$ 1.499). Ele tem excelência no quesito portabilidade, mas peca justamente em seu valor e no tamanho da tela. Quando o usuário resolve ver filmes nele, por exemplo, tem de apertar os olhos para ler as legendas.
LG R460 e MSI CR 400 – assim como seu amigo Asus K40IJ – são dois trambolhos. O LG é pesado, quadradão e feio que dá gosto. O MSI, só grande mesmo. Mas como quem vê “cara” não vê máquina, ambos também são os mais espertos modelos avaliados no geral – respostas rápidas quando acionadas tarefas consideradas pesadas, como transferências de arquivos com alguns gygabites de tamanho para HDs externos ou gravação de filmes em DVD. O LG é o mais caro entre os avaliados, enquanto o MSI, o mais barato. Respectivamente, R$ 1.599 e R$ 1.399.

Autor(a): Everthon Daer

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Tecnologia

Simulador é atração da Semana Nacional de Trânsito

14/09/2018

Um simulador de impacto será uma das principais atrações da Semana Nacional de Trânsito, a ser realizada entre os dias 18...

Acadêmicos da UniEVANGÉLICA apresentam projetos promissores

03/08/2018

Em sintonia com a visão da UniEVANGÉLICA de investir em desenvolvimento tecnológico e ampliar a produção de conhecimento...

Audiência debaterá sobre antenas

13/04/2018

As mudanças no regulamento para a instalação de antenas de telecomunicação no Município é o tema de uma audiência age...

Município vai ter a maior usina fotovoltaica urbana do Brasil

22/03/2018

O Município de Anápolis será referência no Brasil na produção de energia fotovoltaica, sistema que converte a luz natur...