(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Porto Seco: Edson Tavares anuncia saída da superintendência

Geral Comentários 20 de maio de 2016

O executivo ainda permanecerá no quadro da aduaneira como membro do Conselho Fiscal. Empresário Said Borges assume presidência por três anos


Na manhã da última quarta-feira, o executivo do Porto Seco Centro-Oeste, Edson Tavares, reuniu dezenas de colaboradores na Estação de Convivência “Fabrício G. Tavares”, para anunciar o seu desligamento da superintendência da aduaneira, cargo que ocupou durante 17 anos.
Logo cedo, por volta das 07h30, teve o tradicional café da manhã com oração. Em seguida, Edson Tavares entregou vários certificados para funcionários do Porto Seco que participaram de uma qualificação promovida em parceria com o SESI. Ficou para a última parte do encontro o anúncio, que muitos já sabiam, uma vez que, no dia anterior, o mesmo comunicado fora feito numa reunião de líderes da empresa.
Visivelmente emocionado, Edson Tavares, como de costume, fez um pronunciamento bem humorado e pediu aos colaboradores do Porto Seco que sigam motivados em suas tarefas, assim como ele, que também disse estar motivado para os novos desafios que o esperam, dentre eles, algumas propostas dentro do segmento empresarial; projetos políticos e projetos pessoais, como terminar uma pós-graduação.
O otimismo acabou quebrando o que era para ser um momento de tristeza, considerando o fato de que, por estar no Porto Seco quase desde a sua fundação, Edson Tavares conhece quase todos os funcionários, as suas respectivas funções, os degraus que os mesmos subiram na carreira profissional, impulsionados pelo estímulo ao estudo, uma das políticas que implantou dentro da aduaneira.
Há cerca de 20 anos, começava-se a falar em Anápolis de Porto Seco, ou Estação Aduaneira de Interior (EADI) que, por conceito, é uma empresa que abriga um terminal alfandegado de uso público, destinado à armazenagem e à movimentação de mercadorias importadas ou destinadas à exportação, sendo utilizado como facilitador de operações de comércio exterior.
Em menos de duas décadas, apenas, o Porto Seco de Anápolis já conseguiu grandes façanhas, inclusive, recentemente, ficando em primeiro lugar no Brasil em termos de movimentação de cargas. Na média, a aduaneira anapolina fica na terceira posição nacional.
Edson Tavares recordou que, nos primeiros anos de implantação, a tarefa era árdua: havia pouco investimento, poucos trabalhadores qualificados e não havia, ainda, um modelo a seguir. “Visitamos 31 países em busca de know-how e de tecnologia”, ressaltou o executivo, observando que depois de impulsionado, o Porto Seco se transformou numa referência para o País. E, mais do que isso, uma das engrenagens, talvez, mais importantes que sustentam a economia não apenas de Anápolis, mas do Estado de Goiás. Em grande parte, a consolidação do polo farmacêutico - hoje o segundo maior na produção de genéricos e o terceiro na produção de medicamentos em geral - se deu em razão da presença do Porto Seco. Da mesma forma, a indústria automobilística se instalou em Anápolis, utilizando o suporte fundamental da aduaneira para as suas operações.
O Porto Seco de Anápolis (que na verdade é de Goiás) trabalha, hoje, com mercadorias refrigeradas, possui um pátio de armazenagem de algodão, um terminal de minérios e todo um aparato de serviços da área federal que funcionam de forma autônoma. É um complexo de encher os olhos. É a obra de um homem que saiu de baixo, estudou, especializou-se, enfrentou muitas dificuldades, obteve muitas vitórias e, agora, sai de cabeça erguida deixando uma grande obra, um grande legado.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Convênios públicos têm nova regulamentação

11/05/2017

A Câmara Municipal realizou audiência pública nesta quinta-feira,11, em conjunto com a Prefeitura de Anápolis, para trata...

Corpo encontrado em lago é de empresário anapolino

04/05/2017

Na noite desta quinta-feira, 04, informação colhida pelo Jornal “A Voz de Anápolis”, junto a um irmão de Edmar Almeid...