(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

População cobra conclusão de Praça Poliesportiva do Bairro Antônio Fernandez

Cidade Comentários 31 de outubro de 2014

Contrato do projeto data de setembro de 2012 e a previsão era de 180 dias para a sua conclusão. Moradores das proximidades da Praça reclamam da poeira, prejuízos para o comércio e falta de um local para a prática esportiva, decorrentes do atraso nas obras. Secretaria do Meio Ambiente estabeleceu como data-limite o mês de fevereiro de 2015 para o término do empreendimento, orçado em R$ 3.133.308,47.


Moradores do Bairro Antônio Fernandez foram ouvidos nesta semana pelo Jornal Contexto. A população daquela localidade e da região vizinha reclama da demora na construção da Praça Poliesportiva do bairro. De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente, responsável pela obra, o processo licitatório para a construção do complexo esportivo ocorreu entre 2011 e 2012. O contrato com a empresa responsável pelo empreendimento, Fênix Ambiental Engenharia LTDA., data de setembro de 2012, conforme informações da Pasta.
À época, a previsão para a conclusão da Praça Poliesportiva era de 180 dias, levando o final da obra para o ano de 2013. A população local reclama da demora e dos transtornos causados pela construção. Para William Veríssimo de Oliveira Júnior, proprietário de um restaurante em frente ao local, “o transtorno é a poeira, principalmente no período da seca”. Ele informou que precisa limpar bastante a área ao redor do restaurante, o que gera um alto consumo de água.
William informou que, neste mês, teve de pagar R$ 400,00 por sua fatura de água. “Se não tivesse a poeira causada pela obra, meu gasto seria bem menor”, declarou. “É chamada aquela obra que nunca termina”, disse sobre como os moradores da vizinhança nomeiam o empreendimento. Para ele, ter uma praça esportiva no seu bairro, Antônio Fernandez, gerará benefícios como a prática de esportes pelos moradores da região. “Era para eu estar usufruindo disso”, lamentou, acrescentando que o cronograma “está bem atrasado”.
Wilton José da Silva mora na região. Ele cobra “primeiro, que terminem, porque a promessa foi junho de 2012, antes das eleições, e não aconteceu”. “Está bem longe de ter um término”, acrescentou. Ele apontou transtornos para a localidade decorrentes do atraso nas obras, pois o local onde será a Praça é “um lugar que, como é fechado, pode ser, até, esconderijo de marginais. Outro inconveniente é que a terra solta daqui de dentro, quando chove, desce para o leito do córrego, que está logo aqui abaixo. Então, causa problemas, porque as casas não ficam limpas. A terra, quando o sol sai, seca e as casas ficam todas sujas, empoeiradas”.
O morador afirmou que a obra “está bem longe do término”. “É um lugar que a gente poderia ter para fazer caminhadas, praticar esportes, que é o que foi proposto para fazer a Praça. Aliado a isso, têm os benefícios que virão dessa obra”. Esperançoso da conclusão do empreendimento, Wilton informa que a população “só pode esperar que os benefícios venham”. O incentivo à prática esportiva, principalmente em um momento de preparação do Brasil para os Jogos Olímpicos de 2016, também foi citado por ele.

Obra
Inicialmente, a obra da Praça Poliesportiva do Bairro Antônio Fernandez estava orçada em R$ 2.509.294,35. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, um aditivo foi feito, em setembro de 2014, no valor de, aproximadamente, R$ 624 mil. Este recurso está sendo utilizado para a complementação e melhorias do empreendimento, com a ampliação da cobertura, ajustes de infraestrutura, aterramento e complementos nas pistas externas de ciclismo e caminhada. Com o aditivo, o valor da obra subiu para R$ 3.133.308,47.
Quando concluída, a obra contará com uma quadra poliesportiva coberta e com arquibancada; salão para artes marciais; vestuários; salas administrativas; um campo de futebol gramado; dois campos de futebol society; quadra de futebol de areia; uma estação coberta de ginástica para a terceira idade; uma estação de ginástica de solo; pistas de caminhada e de ciclismo; e o chamado deck de contemplação com vistas para a natureza.

Autor(a): Felipe Homsi

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...

Anápolis ainda tem muito caminho para melhorar em informação

02/06/2017

Criada em 2011, a Lei de Acesso à Informação ainda não é aplicável de forma plena por boa parte dos municípios brasile...

MP pode aliviar dívida municipal com o INSS

18/05/2017

Durante a marcha dos prefeitos à Brasília, na terça-feira,16, o Presidente Michel Temer assinou uma Medida Provisória amp...