(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Polícia prende quadrilha especialista em assaltar bancos

Segurança Comentários 26 de julho de 2013

As investigações apontam que o grupo seria responsável por cerca de 90% desses delitos cometidos em Goiás


O Grupo Antirroubo a Bancos da Delegacia de Investigações Criminais (Deic), de Goiânia, prendeu uma quadrilha responsável por aproximadamente 90% dos roubos a bancos ocorridos neste ano em Goiás. Treze pessoas foram presas em flagrante por roubo qualificado, formação de quadrilha, porte ilegal de arma, posse ilegal de munição e explosivos. As investigações começaram há três meses. Desde então a Polícia Civil conseguiu impedir quatro roubos. Eles foram presos em Anápolis, Aparecida de Goiânia e na capital.
Entre os presos está Newton Moreira da Silva (conhecido como Alemão), definido pela polícia como um dos maiores ladrões de banco na especialidade Novo Cangaço (em que vários assaltantes invadem pequenas cidades, com armamento pesado e fazendo grande número de reféns). O chefe do Grupo Antirroubo a Bancos, delegado Valdemir Pereira, estima que o grupo estava atuando em Goiás desde o início deste ano. O delegado avalia que este é um dos mais importantes grupos de roubo a banco que atuam em Goiás.
A Polícia tem a comprovação de que a quadrilha roubou bancos/caixas eletrônicos de pelo menos cinco cidades goianas: Campinorte, Leopoldo de Bulhões, Vianópolis, Mossâmedes e São Miguel do Passa Quatro. O grupo se dividia e revezava nos assaltos. A Polícia Civil investiga agora como era feita a lavagem do dinheiro dos roubos. Foram apreendidos com o grupo cerca de R$ 6 mil em dinheiro, duas armas Calibre 12, três fuzis e cinco pistolas.
Nos dias 1º e 2 de julho deste ano, o Grupo Antirroubo impediu roubos na modalidade Novo Cangaço no município de Matrinchã. Segundo o delegado a quadrilha já estava na cidade e se preparava para render policiais e os usuários do banco. O Grupo Antirroubo com apoio do Grupo Tático 3 (GT3) da Polícia Civil fez um trabalho ostensivo e conseguiu afugentar a quadrilha. Desde o início do ano ocorreram 86 roubos a bancos/caixas eletrônicos em Goiás.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Segurança

Ministério Público cobra investimento no sistema prisional

07/12/2018

O coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público de Goiás, Luciano Miranda Meireles, juntamente...

Parceria prevê mais 350 câmeras

07/12/2018

A Prefeitura de Anápolis, representada pelo Observatório Municipal de Segurança, e a empresa Enel devem bater o martelo, n...

Milhões de brasileiros são vítimas de fraudes

23/11/2018

Um levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil...

Promotor exige lanche noturno para presos

16/11/2018

O Promotor de Justiça Marcelo Celestino instaurou incidente de desvio de execução contra a Diretoria-Geral de Administraç...