(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Polícia Civil lança 197 para receber denúncias 24 horas

Segurança Comentários 12 de agosto de 2011

Objetivo é facilitar o acesso da população ao aparelho polícial do Estado no combate ao crime


O Governo de Goiás, através da Secretaria de Segurança Pública, lançou o Disque-Denúncia 197 da Polícia Civil, que passa a funcionar em regime de 24 horas. O 197 é um canal de comunicação entre a sociedade e a instituição, destinado ao recebimento de denúncias sobre crimes e paradeiro de criminosos, além pedidos de informações e outros serviços de cunho social. Colocar o 197 para funcionar 24 horas é uma das metas traçadas pelo Delegado Geral da Polícia Civil, Edemundo Dias, como forma de oferecer um serviço com mais qualidade e eficácia aos goianos. O Disque-Denúncia já funciona em caráter experimental, com sua sede ao lado do Departamento de Transportes da Polícia Civil, no Setor Aeroviário, em Goiânia.
O Disque-Denúncia 197 sempre funcionou em horário comercial e apenas com dois atendentes. A demanda aumentou bastante e já funcionando experimentalmente 24 horas, passará a contar com 10 atendentes por turno de seis horas. O atendimento será prestado por alunos estagiários e, num segundo momento, explicou Edemundo Dias, receberá o apoio de deficientes físicos, graças a um acordo que está sendo firmado com a Associação dos Deficientes Físicos de Goiás(Adfego). Todo o trabalho será supervisionado por Policiais Civis com experiência nesse tipo de serviço.
O 197 conquistou a credibilidade social ao longo dos anos em função das respostas positivas dadas pela Polícia Civil às denúncias formuladas, anônimas ou não. O 197 recebe uma média de 6 mil denúncias por ano, apenas no que se refere à prática de crimes. “Esse número aumenta substancialmente se levarmos em conta outros serviços prestados, embora não façam parte da finalidade precípua do 197”, assinalou o Delegado Geral da Polícia Civil, para quem o novo 197 trará muito mais benefícios à sociedade no encaminhamento das denúncias sobre situações que a coloquem em risco.
Edemundo Dias disse que, inicialmente, o número de 10 atendentes por turno é o suficiente para assegurar a melhoria nos serviços do 197, atendendo de forma plenamente satisfatória a demanda existente. Observou o Delegado Geral que, de acordo com o aumento da procura pelo 197, a Polícia Civil ampliará o quadro der atendentes. “Nós queremos transformar o 197, que já é uma realidade, no número em que a sociedade possa realmente creditar a solução de problemas que a afligem no dia a dia”, enfatizou.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Acidente com professora que caiu de moto causa comoção em Anápolis

17/04/2019

Um acidente trágico ocorrido na última segunda-feira, 15, tirou precocemente a vida da professora Thalita dos Santos Bueno,...

Centro de Inserção Social é uma bomba prestes a explodir, assegura advogado

05/04/2019

O presidente do Conselho da Comunidade de Execução Penal da Comarca de Anápolis, advogado Gilmar Alves, fez na manhã dest...

Novo Delegado Regional recebe visita de vereadores

29/03/2019

O delegado Pedro Caires, titular da 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Anápolis, recebeu, na tarde da última quart...

Júri condena membros dos “Três Patetas”

29/03/2019

O Tribunal do Júri da comarca de Posse, localizada no Nordeste goiano, condenou Florisvan Guedes da Silva, integrante do gru...