(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Polícia prende garotas que comandavam o tráfico

Segurança Comentários 28 de fevereiro de 2019

Namoradas de detentos, elas foram flagradas na prática do narcotráfico na Cidade


Duas jovens recém-saídas da adolescência foram presas em Anápolis, acusadas de comandarem o tráfico de drogas em substituição aos respectivos namorados que estão presos na Cadeia Publica local. São elas Verônica Ribeiro Gomes, 18 anos e Jennifer Moreira Mesquita, 19 anos. Tudo começou com uma briga entre vizinhos no Bairro Recanto do Sol. Verônica teria ameaçado a moradora da casa ao lado da sua com uma faca. A Polícia Militar foi chamada e em poucos minutos, compareceu ao local. Coincidentemente, com a chegada da viatura, Jennifer Moreira estacionou uma moto em frente à casa. Os policiais, ao verificarem a placa do veículo, descobriam que havia uma ligação deste com a distribuição de drogas em diversos setores de Anápolis.
Diante do exposto, foi feita a checagem e Jennifer acabou confessando que teria ido à residência de Verônica para entregar mais uma partida de drogas e receber parte do dinheiro da comercialização que esta fazia no setor. Eram uma porção de crack, dezenas de cartelas de LSD e outras drogas. Feito o adentramento na casa, os policiais encontraram mais de 1.600 reais em dinheiro, 500 pontos de LSD (droga sintética), telefones celulares, balanças de precisão e vários cartões de crédito em nome de terceiros.
No aprofundamento das investigações, descobriu-se que Jennifer é amante de Gabriel Vinícius, que está preso na Cadeia Pública por envolvimento em uma série de crimes, dentre eles, o narcotráfico. E, Verônica, também, tem como amante o jovem José Júnio da Silva Machado, preso por envolvimento com o comércio de drogas. De acordo com as jovens, com as prisões dos respectivos namorados, elas assumiram o controle do comércio ilícito e vinham distribuindo a “mercadoria” em diferentes pontos de Anápolis. A pouca idade, a desenvoltura e a frieza das duas garotas chamaram a atenção dos policiais que atuaram na ocorrência. Ambas foram presas e colocadas à disposição da Justiça.

Crimes elucidados
A Polícia Civil, em Anápolis, também, elucidou um assassinato cometido na madrugada do dia 03 de fevereiro, em um bar na Avenida Universitária. Na ocasião, foi morto Vinicius Maikon Bueno da Silva. Ele foi atingido por diversos tiros disparados por Gustavo Vítor Rodrigues, 20 anos e Rhaygner Júnior Ribeiro, de 25. De acordo com o que se apurou, a motivação do homicídio teria sido uma briga anterior envolvendo os três. A dupla autora do assassinato foi encaminhada para a Cadeia Pública de Anápolis.
E, em Inhumas, cidade que faz parte da Terceira Regional da Polícia Civil com sede em Anápolis, foi presa Camila Pereira da Silva, 27 anos. Ela é a autora confessa da morte de José Alexandre Rodrigues, 49 anos. Ele foi morto com uma facada no pescoço em Palmas, Capital do Estado do Tocantins. Depois do crime, Camila veio se esconder em Inhumas, mas foi descoberta por agentes do Tocantins e de Goiás. Igualmente, foi recolhida e colocada à disposição do Judiciário. Camila disse que matou José Alexandre para se defender de uma agressão. Ela deve ser recambiada para Palmas.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Polícia combate tráfico e posse ilegal de armas

15/03/2019

Na noite da última quarta-feira, 13, policiais da Força Tática e Equipe do Comandante do 28ºBPM, juntamente com a Força ...

Audiência por videoconferência é realizada no Presídio de Anápolis

15/03/2019

O Presídio Estadual de Anápolis, pertencente à 9ª Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária...

Deputado quer criar guardas municipais em todo o Estado

07/03/2019

Foi protocolado na Assembleia Legislativa um projeto de autoria do deputado Vinícius Cirqueira (PROS), que pretende regulame...

Goiás registrou queda em homicídios no carnaval

07/03/2019

O período do carnaval 2019 em Goiás registrou queda de 41,46% no número de homicídios. Tentativas do mesmo crime recuaram...