(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

PMN, PPL e PC do B apoiam João Gomes e querem vice

Política Comentários 01 de julho de 2016

Partidos vão colocar nomes para preencher o cargo de vice, na chapa do pré-candidato à reeleição João Gomes (PT)


O Partido da Mobilização Nacional (PMN), o Partido Pátria Livre (PPL) e o Partido Comunista do Brasil (PC do B) já definiram apoio à pré-candidatura à reeleição do Prefeito João Gomes, do Partido dos Trabalhadores. As articulações, agora, estão voltadas para a conquista da vaga de vice na chapa majoritária liderada pelo petista.
Cada um dos três partidos irá lançar um concorrente à vice: Juliana Vasconcelos (PC do B), Danianne Marinho (PPL) e Sargento Anderson José (PMN), cabendo à liderança da chapa, ou seja, o PT, bater o martelo na escolha final, que deve ocorrer durante o período das convenções partidárias.
Os três líderes das legendas apostam que o grupo tem chances reais de emplacar essa vice. Os motivos: o tempo de rádio e TV que os partidos têm para oferecer à composição e a chapa de vereadores que está sendo formada pelo bloco partidário.
Segundo Anderson José, os partidos vão lançar uma chapa competitiva de candidatos à Vereador, com estimativa de alcançar cerca de 10% do eleitorado anapolino, com a perspectiva de conquistar de três a quatro cadeiras na Câmara Municipal. Danianne Marinho enfatiza que o bloco não está condicionando o apoio ao projeto de reeleição de João Gomes para ter a vice, mas, segundo ele, isso pode ser uma decorrência natural no processo, pela força que os três partidos podem somar a este projeto. Juliana Vasconcelos acrescenta, ainda, que o foco principal do bloco é a eleição proporcional, ou seja, de Vereador, embora seja “um grande desejo que o candidato à vice saia do nosso grupo”.
As conversações do bloco com o PT estão em estágio avançado, pelo fato de que os três partidos- PMN, PPL e PC do B- já fazem parte da base da Administração petista e, ainda, pelo fato de as legendas estarem também bastante sintonizadas, favorecendo o entrosamento que resultou na formação da chapa proporcional.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...