(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

PM irá contratar reservistas das Forças Armadas

Segurança Comentários 23 de agosto de 2013

Anápolis está entre as cidades goianas que irão receber parte desse efetivo. Inscrições para o certame vão até o dia 29


A Secretaria de Segurança Pública abriu inscrições, até o dia 29 deste mês, para o segundo certame que visa a contratação de reservistas das Forças Armadas (Exército, Marinha ou Aeronáutica) para o Serviço de Interesse Militar Voluntário Estadual (Simve) da Polícia Militar. A prova de conhecimentos será aplicada no dia 8 de setembro. No primeiro semestre deste ano a PM realizou o primeiro certame do Simve, que está em andamento. Segundo o assessor de Comunicação Social da PM, tenente-coronel Walter Caetano, “só pode concorrer às vagas quem saiu das Forças Armadas há no máximo cinco anos. As mulheres que estiveram na escola de formação do Exército, da Marinha ou Aeronáutica também podem se candidatar”. No total, foram abertas 1,3 mil vagas.
O candidato deve cumprir vários requisitos, entre eles ter entre 19 e 27 anos e ser reservista de 1ª ou 2ª classe. O processo seletivo terá cinco etapas. O programa é temporário, criando condições para a qualificação profissional, a formação no ensino superior e encaminhamento para o mercado de trabalho. “Quem foi dispensado, para nós não serve. Nós queremos aproveitar a bagagem de conhecimento dele na formação sobre o serviço do policial militar e num prazo de três meses ele estará apto a trabalhar”, explica o tenente-coronel Walter Caetano.
Os novos policiais, que terão a patente de soldado, vão trabalhar em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Luziânia, Rio Verde, Jataí, Itumbiara e Caldas Novas. “A primeira etapa já foi concluída e nós já selecionamos cerca de 450 ex-soldados e agora foram abertas mais 900 vagas abertas. Nós acreditamos que até o mês de outubro daremos início ao curso de formação”, destaca o tenente-coronel. Durante o curso de formação, os candidatos vão receber R$ 939,33 reais mensais e, depois da formação, R$ 1.341,90.
Os novos soldados da Polícia Militar não poderão trabalhar no serviço especializado, como o Choque, Rotam e Giro. “Eles poderão atuar na guarnição de viatura, CPO e em grandes eventos. Armamento ainda está em estudo, vai depender muito do conhecimento deles”, diz Walter Caetano. O contrato será de 12 meses, mas para ser renovado, o soldado deverá comprovar que está matriculado numa faculdade. O contrato é de no máximo 36 meses.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Detento envolvido com quadrilha morre na cadeia pública de Anápolis

06/09/2018

Mais um detento morreu em circunstâncias misteriosas na Cadeia Pública de Anápolis. O fato deu-se na noite de terça-feira...

Organização criminosa cai em ação conjunta da Polícia Civil com a PRF

30/08/2018

Uma Força Tarefa da Polícia Civil de Goiás (PCGO) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou, nesta quinta-feira,30, a...

Parceria visa solução para casos de desparecimentos

30/08/2018

O secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO)...

Falso policial tenta “passar conversa” em policiais de verdade em Jaraguá

23/08/2018

A Polícia Civil de Jaraguá prendeu um homem que se fazia passar por policial nesta quinta-feira (23). Uma equipe de investi...