(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

PIB goiano cresce mais que a média brasileira

Economia Comentários 28 de junho de 2018

Registrado crescimento de 1,8% no primeiro trimestre deste ano


Mais um indicador econômico comprova que a economia goiana tem crescido mais que a média brasileira. Informe técnico elaborado pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Econômicos (IMB), da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), mostra que o Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás cresceu 1,8% no primeiro trimestre de 2018, diante de 1,2% no Brasil. É o terceiro melhor indicador entre os oito Estados que divulgam seus dados sistematicamente, atrás apenas de São Paulo e Pernambuco.
A agropecuária, mais uma vez, foi a principal responsável pelo bom desempenho do Estado, com elevação de 4,3% no período, diante de uma retração de 2,6% no País. Houve crescimento também na indústria (1,8% em Goiás e 1,6% no Brasil) e no setor de serviços (1,8% em Goiás e 1,2% no Brasil).
De acordo com o estudo do IMB, baseado no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve crescimento de produção de culturas importantes no Estado, nos três primeiros meses do ano, em comparação com mesmo período de 2017. A soja, por exemplo, atingiu novo recorde de produção, com 3.480 quilos por hectare e teve elevação de 2,2% no total colhido. Tomate (8,9%) e sorgo (34,5%) também apresentaram aumento de produção.
Na indústria, o resultado positivo se explica principalmente pela recuperação de fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias, que acumulou alta de 18,1% no primeiro trimestre em Goiás. Também houve aumento de 0,6% no segmento de produtos farmoquímicos e farmacêuticos, devido à maior produção de medicamentos.

Emprego
A divulgação do PIB soma-se a outros dados positivos da economia goiana no primeiro semestre de 2018. Na semana passada, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, Goiás criou 29.220 novos postos de trabalho com carteira assinada, o sexto melhor desempenho no Brasil, atrás apenas de Estados das regiões Sul e Sudeste.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Exportações goianas batem recorde em seis meses

12/07/2018

Uma boa notícia para a economia de Goiás. As exportações do Estado, no primeiro semestre deste ano, bateram recorde e som...

Preço do combustível cai em Goiás e derruba pauta do ICMS

12/07/2018

Informações da Secretaria Estadual da Fazenda dão conta de que houve queda no valor médio dos combustíveis praticado nos...

Anapolinos pagam menos pela cesta básica, segundo o PROCON

05/07/2018

O custo médio da cesta básica em Anápolis apresentou redução de 5,9% em um mês, de acordo com levantamento apresentado ...

Secretário anuncia novo modelo de desenvolvimento

05/07/2018

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Leandro Ribeiro, anunciou que o Governo quer estabelecer um novo modelo do Progr...