(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

PF reprime pornografia infantil no DF

Polícia Comentários 12 de agosto de 2016

Em Anápolis, o trabalho consistiu no cumprimento de 03 mandados de busca e apreensão


A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira,11, a Operação Láquesis, destinada à repressão de crimes de armazenamento, produção e divulgação de pornografia infantil na internet.
Cerca de 150 policiais federais cumprem 29 mandados de busca e apreensão em Brasília/DF, 03 em Anápolis/GO, 01 em Vila Velha/ES, 01 em Sinop/MT e 01 em Cuiabá/MT. Os envolvidos foram identificados durante o armazenamento e distribuição do material ilícito em redes ponto-a-ponto (P2P) na internet.
Na operação, os policiais apreenderam notebooks, celulares, smartphones, pen drives, tablets, HDs externos, cartões de memória, entre outros. Todo o material recolhido passará por exame pericial nas unidades da PF responsáveis pela execução das buscas domiciliares.
A operação recebeu este nome em referência a uma das três deusas denominada Láquesis, que determinava a vida humana e o destino, responsável pela distribuição das sortes. (Com informações da Agência de Notícias da PF)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Polícia

Menor é acusado de homicídio e ocultação de cadáver

20/09/2018

Na última terça-feira,18, policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios da 03ª DRP – Anápolis, após realiz...

Homem acusado da morte de idoso tem a prisão preventiva decretada

20/09/2018

A Polícia Civil, por meio do Grupo Especial de Crimes Contra o Patrimônio (GEPATRI) da 3ª Delegacia Regional de Anápolis,...

Homem queria lucrar R$ 10 mil com venda de crack

29/03/2018

Na noite desta terça-feira, dia 27/03/2018, a Polícia Civil de Anápolis, através do Grupo Especial de Crimes Patrimoniai...

Condenações por abuso sexual e troca de cadáveres

16/03/2018

Um homem, cujo nome tem as iniciais P.A.S. (a identidade completa não foi fornecida), tio de uma criança de quatro anos de ...