(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Pedro Canedo mira Assembleia e Prefeitura

Política Comentários 08 de junho de 2013

Ex-deputado constituinte anuncia sua volta à disputa política e já tem planos estabelecidos para este retorno


Com vários mandatos eletivos em seu currículo, dentre eles, deputado estadual por um mandato e deputado federal por mais três (foi deputado constituinte em 1988), o médico Pedro Canedo anuncia sua volta às disputas eleitorais. Segundo ele, um pequeno desconforto junto ao comando do Partido Popular (PP) já foi superado. Ele se diz totalmente integrado à proposta pepista e tem se reunido com o presidente regional, deputado Federal Roberto Balestra e está em fase de pré-campanha. “A situação melhorou muito e esperamos poder colaborar com o projeto, inserindo Anápolis no contexto. O Partido reconhece a importância do Municípios e superadas as pequenas divergências, vamos nos preparar para as eleições do ano que vem”, disse Canedo.
De acordo com o ex-parlamentar, o Município de Anápolis. Com mais de 240 mil eleitores, tem estrutura política suficiente para aumentar, em muito, a sua representatividade. “Temos dois deputados estaduais atuantes e combativos. Mas, poderíamos ter quatro ou cinco. Da mesma forma, temos um deputado federal que nos representa muito bem, mas a Cidade pode eleger dois ou três parlamentares para o Congresso Nacional. Aliás, já vivemos esta situação em tempos passados”, alega Pedro Canedo. Ele, que é oriundo de uma família de fortes tradições políticas, entende que Anápolis passa por um bom momento na administração, na economia e no setor educacional. “Por isso, precisamos aproveitar este bom momento e traduzi-lo em capital político. Uma cidade com boa representação na Assembleia e no Congresso Nacional, tem mais poder de reivindicação e pode ser mais respeitada”, justificou Canedo.

O futuro
Pedro Canedo já disputou a Prefeitura de Anápolis em outras ocasiões, mas não se elegeu. Agora, ele revela que a pretensão não acabou. “Ainda alimento o sonho de ser prefeito de minha cidade, é um direito meu”, disse ao CONTEXTO. Alegou, mais, que, nas eleições passadas (2012), até pensou em disputar, mas viu que o momento não era adequado. “Ninguém ganharia de Antônio Gomide. Ele estava no auge, com uma aceitação incrível”. Mas, para 2016, Canedo entende ser plenamente possível trabalhar uma candidatura e colocar seu nome à disposição do eleitorado anapolino.
Antes, todavia, Pedro Canedo assegura que pretende concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa. “Tenho experiência de sobra como parlamentar, disponho, agora, de tempo, para me dedicar à política e, acredito ser possível desenvolver um bom mandato representando Anápolis no Parlamento Estadual. Meu objetivo é somar esforços para retribuir a Anápolis tudo o que esta cidade me ofereceu até hoje”, declarou.
De acordo com o médico e ex-deputado, em breve ele estará colocando seu projeto político para a discussão com a sociedade anapolina e a da região de influência. Ele entende que o Município de Anápolis, pela importância que adquiriu nos campos da educação, da economia e do conhecimento, precisa de uma retaguarda política mais forte para que seus pleitos sejam atendidos nas esferas Estadual e Federal, onde estão as principais fontes de recursos para obras físicas e sociais destinadas aos municípios.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...