(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Pauta cheia e projetos polêmicos

Política Comentários 03 de dezembro de 2009

Plano de Cargos e Salários, Orçamento para 2010, criação de novas secretarias e Planta de Valores Imobiliários. Projetos a serem discutidos na Câmara de Vereadores


Dificilmente, a Câmara Municipal encerra o período legislativo de 2009, sem a necessidade de convocação extraordinária pelo Poder Executivo. A partir da semana que vem, serão apenas cinco sessões ordinárias para o encerramento das atividades, regimentalmente previsto para 15 de dezembro. Porém, a pauta vai estar recheada de projetos polêmicos, passíveis de suscitar debates intensos por parte dos vereadores.
Até o dia 15, os vereadores devem aprovar, por exemplo, o Orçamento de 2010, que é a previsão de quanto o Município pretende gastar no ano que vem. A receita prevista beira os R$ 400 milhões. Além disso, entram na pauta os três projetos do Plano de Cargos e Salários dos Servidores Municipais da Administração Centralizada, do Magistério e da Saúde. Este, sem dúvida, deve ser o mais polêmico e que deverá atrair maior atenção dos vereadores, já que há movimentação dos sindicatos, objetivando modificar a proposta original encaminhada para votação na Câmara Municipal, principalmente, nos itens que dispõem sobre o enquadramento dos servidores. É que diversas funções foram extintas ou modificadas. Com isso, alguns segmentos estão se sentindo prejudicados nos remanejamentos previstos.
Mais polêmica
Não menos polêmicos, o prefeito Antônio Gomide deve, também, encaminhar para apreciação e votação no Legislativo, projetos de leis criando quatro novas secretarias: Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Cultura e Comunicação. Atualmente, essas áreas têm o status de Diretoria e Assessoria. Passando à condição de secretaria, teriam meios para desenvolver projetos e buscar recursos específicos nas instâncias estadual e federal. Mas, há o questionamento se essa ampliação das secretarias não irá resultar no aumento do número de cargos e a oneração da folha de pagamento.
A pauta de mensagens deve incluir, ainda, o projeto de revisão da Planta de Valores Imobiliários, que é um dos principais componentes para a base de cálculo do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Uma comissão foi formada para acompanhar a elaboração da referida planta, mas a própria Prefeitura Municipal não sinalizou, ainda, se com as adequações feitas, qual será o peso para o contribuinte, se houver.
Em compensação, dentre as propostas, deve constar também o chamado “pacote do bem”, que é um projeto de lei corrigindo distorções no Código Tributário e de Rendas do Município, em relação a valores cobrados de juros e multas por atraso de pagamento de taxas e tributos. Essa redução, de há muito, vem sendo reivindicada pelo segmento empresarial da cidade, já que, na visão de alguns, penaliza o contribuinte. Quem aderiu ao Refis (refinanciamento de dívidas para com o erário municipal), percebeu que muitas taxas ficaram fora da negociação e a cobrança de juros e multas sobre essas taxas, de certa forma, não aliviou muito no acerto das contas.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...