(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Patrulha Maria da Penha começa operações em Anápolis

Segurança Comentários 05 de fevereiro de 2016

Município é o primeiro, fora da Grande Goiânia, a contar com o serviço, que pretende humanizar o atendimento a ocorrências envolvendo mulheres


Na última terça-feira, 02, foi oficialmente iniciada a atividade da Patrulha “Maria da Penha” em Anápolis, contando com efetivo de policiais do sexo feminino e masculino, duas viaturas personalizadas e telefones móveis para facilitar as chamadas de ocorrências. A solenidade aconteceu no 4º Batalhão da PM, com a presença da secretária de Cidadania, Lêda Borges e do chefe do Gabinete Militar da Governadoria, representando, respectivamente, o Governador Marconi Perillo e o comandante geral da PM, Coronel Sílvio Benedito.
De acordo com o Coronel José Antônio Lemos Filho, responsável pelo 3º Comando Regional da Polícia Militar de Anápolis (3º CRPM), a instalação da Patrulha Maria da Penha abre uma nova e importante frente de serviço para a corporação, não só atuando no atendimento das ocorrências que envolvem violência contra a mulher, mas, também no trabalho de prevenção. O comandante destacou que, em princípio, a operacionalidade da Patrulha ficará restrita aos limites do Município, mas o mesmo poderá ser ampliado havendo demanda. Outro fator importante - disse - é que a Patrulha recebeu treinamento específico “para agir na hora certa, da forma correta e como manda a legislação”, sublinhou o Coronel Lemos.
A superintendente executiva dos Direitos Humanos da Secretaria Cidadã, Onaide Santillo ponderou que a Patrulha “Maria da Penha” terá o diferencial de fazer com que as mulheres vitimadas pela violência, que passam por um momento de grande fragilidade, tenham um atendimento policial “digno e humanizado”. E, lembrou que a implantação desse serviço foi uma conquista que envolveu o trabalho de muitas pessoas. Onaide Santillo recordou, ainda, que a data fez lembrar outro evento, ocorrido há 26 anos, quando Anápolis recebia, com pioneirismo, a primeira delegacia especializada da mulher do interior de Goiás.
A Tenente-Coronel Silvana Rosa, que comanda o projeto na Capital, disse que o serviço foi implantado, inicialmente, em março do ano passado, no setor Noroeste de Goiânia, por ser uma região de grande incidência de crimes praticados contra a mulher. Em menos de um ano de funcionamento, a patrulha registrou 1.310 acompanhamentos de Medidas Protetivas de Urgência (MPU); 17 prisões em flagrante, tanto pela Lei Maria da Penha (11.340/2006), quanto por roubo, receptação e porte ilegal de munição, dentre outras.
“Esse é um projeto que deu certo em Goiânia e que, agora, vamos estender aos municípios. Tudo isso é muito bom, mas é preciso que busquemos outro patamar de atenção para a importância que a mulher tem na sociedade”, ressaltou a secretária de Cidadania, Lêda Borges. Conforme dados apresentados pela Pasta, a rede de apoio à mulher em Goiás é composta, hoje, por 26 delegacias especializadas; uma Casa de Passagem, em Valparaíso de Goiás; seis Núcleos Especializados de Atendimento à Mulher (Neams) e um Centro de Referência Estadual de Igualdade, que funciona em Goiânia.

Patrulha
A Patrulha Maria da Penha, em Anápolis, conta com apoio de duas viaturas e três policiais femininas, sendo uma policial comandante (2ª Tenente Daiene Holanda Ferreira), além de dois soldados motoristas das viaturas. Anápolis é a primeira cidade fora da Grande Goiânia a receber o serviço.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Carros apreendidos foram retirados das ruas próximas à delegacia

15/12/2017

Uma ação conjunta entre a Prefeitura de Anápolis e a Polícia Civil garantiu a retirada de veículos apreendidos em opera...

Projeto tem o apoio do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

08/12/2017

A audiência pública realizada no último dia 4 na sede da Associação Comercial e Industrial de Anápolis, para debater a ...

Caso do Uber - Acusado diz: “queria somente divertir”

08/12/2017

O acusado de roubar na semana um veículo Uber e restringir a liberdade do motorista Cleyton da Silva Nascimento já está pr...

Treinamento para delegadas, agentes e escrivãs

30/11/2017

A 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Anápolis realiza vários cursos de atualização voltados para delegados, agen...