(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Pardal: Aplicativo recebeu 15 denúncias em 48 horas

Geral Comentários 02 de setembro de 2016

Canal de fiscalização permite que a população encaminhe denúncias sobre irregularidades nas campanhas


Em apenas 48 horas de funcionamento, o aplicativo denominado Pardal recebeu 15 denúncias sobre possíveis irregularidades na campanha eleitoral em Anápolis. Entretanto, segundo informou a chefe do cartório da 141ª Zona Eleitoral, Patrícia Junqueira de Melo, deste total de denúncias, 03 estão sob processo de investigação de veracidade e as demais foram descartadas, por se tratar de propaganda regular.
O Pardal é um Sistema de Recebimento de Notícias de Infrações Eleitorais (denúncias), que possibilita ao cidadão informar à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público, irregularidades verificadas nas campanhas eleitorais em seus municípios, fortalecendo os princípios da participação popular, transparência e lisura do pleito. Está sendo usada pela primeira vez numa campanha.
O aplicativo, de acordo com o setor de tecnologia do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), pode ser baixado de forma gratuita nas lojas on-line (Google Play e na Apple Store) para dispositivos móveis smartphones e tablets que operam tanto em sistema Android ou IOS.
As denúncias encaminhadas por meio do Pardal não podem ser anônimas, explica Patrícia Junqueira, entretanto, é garantido o sigilo às informações que forem repassadas pelos denunciantes pelo dispositivo, o qual permite, inclusive, encaminhamento de imagens e vídeos. Nas notícias de infrações eleitorais a serem encaminhadas por meio do aplicativo devem constar, obrigatoriamente, o nome e o CPF do cidadão que a encaminhou.
A servidora da 141ª pontua que, nos próximos dias, deve aumentar de forma considerável o volume de denúncias no Pardal e, dessa forma, deve também, em razão desta demanda, ser um pouco mais lenta a resposta ao denunciante sobre o fato exposto. Mas, a intenção é de que esta resposta seja dada num prazo de até 48 horas. As análises são imediatas, por parte do juiz da propaganda eleitoral, Algomiro Carvalho Neto e, nos casos mais complexos, são adotados os procedimentos de apuração para a adoção das medidas que forem cabíveis para cada situação.

Urnas
A chefe do 141º Cartório Eleitoral adiantou que, no próximo dia 18, às 10 horas, no Sesc do Bairro Jundiaí, vai acontecer o ato de lacração das urnas que serão utilizadas no pleito de 02 de outubro próximo. Este ato consiste na colocação de todos os dados referentes aos candidatos, partidos, coligações envolvidos no processo e também os dados dos eleitores. Após as urnas serem carregadas, elas serão lacradas e ficarão sob guarda em local próprio.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Goiás conquista espaço no turismo

22/02/2018

O Ministério do Turismo divulgou, na semana passada, nova categorização dos municípios turísticos brasileiros, com base ...

Juiz em conferência na Coreia do Sul

22/02/2018

O juíz Carlos Limongi Sterse, coordenador do Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Anápolis, participa da Conferê...

Defensoria propõe mutirão para solucionar problemas de detentas

22/02/2018

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), por meio da primeira Subdefensoria-Geral, discute com o Ministério da Ju...

Promotor quer mais agilidade para a entrega dos centros de educação

22/02/2018

Em reunião realizada na última terça-feira, 20, na sede do Ministério Público, o coordenador do Centro de Apoio Operacio...