(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Parceria prevê mais 350 câmeras

Segurança Comentários 07 de dezembro de 2018

A Prefeitura e a empresa Enel devem aumentar consideravelmente pontos com câmeras. Ação faz parte do programa Vizinhança Solidária


A Prefeitura de Anápolis, representada pelo Observatório Municipal de Segurança, e a empresa Enel devem bater o martelo, no dia 18 próximo, sobre a instalação de novas câmeras de videomonitoramento na cidade, como parte do programa Vizinhança Solidária, que envolve população e iniciativa privada no trabalho de combate à violência.
“Nossa equipe vai se reunir com técnicos da Enel para definir detalhes como locais, número efetivo de aparelhos e data para início das instalações. Entretanto, já temos indicativos de um aumento da casa de 30% no total de novas câmeras de videomonitoramento”, explica Glayson Reis, assessor especial de Segurança Pública da Prefeitura de Anápolis. Ele lembra que, dentro da parceria, os equipamentos serão adquiridos pela empresa e utilizados pelos servidores do Observatório de Segurança. “Incremento importante e praticamente a custo zero para o Executivo”, conclui.
Entre as iniciativas para o setor está o programa Vizinhança Solidária, parte do Plano Municipal de Segurança implantado pela administração Roberto Naves. Nele, moradores e comerciantes, sob a gestão do Observatório, se organizam em grupos para colaborar com o trabalho das forças policiais. “A primeira etapa foi a criação dos grupos no WhatsApp. Já são mais de 30, sob a gestão do Observatório, nos quais se monitora a situação em determinadas regiões. E os resultados são muito positivos, com reduções de até 80% nos furtos e roubos em algumas delas”, detalha Glayson Reis. A próxima etapa é justamente a do videomonitoramento, na qual a sociedade civil se reúne e adquire as câmeras, o que está fazendo a Enel enquanto empresa privada.
Também faz parte do Plano, o chamado Cinturão de Segurança, que prevê a cobertura de todas as entradas e saídas da cidade por meio do monitoramento eletrônico. “O município vai instalar as câmeras, que estão em processo de licitação. Mas, se pudermos contar com as parcerias público-privadas, certamente teremos um alcance ainda maior, ampliando o esquema original do Cinturão”, diz Glayson Reis. O titular do Observatório Municipal destaca que a presença de postos e de policiais nas ruas é muito importante, mas que estatísticas indicam que o videomonitoramento é a ferramenta mais moderna e eficaz de policiamento.
No que pese os benefícios com as iniciativas que constam das próximas etapas do Plano Municipal de Segurança, os atuais números relacionados à criminalidade em Anápolis são positivos, na avaliação de Glayson Reis. “Temos hoje o menor índice de homicídio dos últimos dois anos, de roubos e furtos dos últimos quatro anos e de estupro dos últimos oito anos. O momento bom é fruto do grande trabalho das polícias e também da Prefeitura por meio do Observatório”, finaliza o assessor especial.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Polícia combate tráfico e posse ilegal de armas

15/03/2019

Na noite da última quarta-feira, 13, policiais da Força Tática e Equipe do Comandante do 28ºBPM, juntamente com a Força ...

Audiência por videoconferência é realizada no Presídio de Anápolis

15/03/2019

O Presídio Estadual de Anápolis, pertencente à 9ª Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária...

Deputado quer criar guardas municipais em todo o Estado

07/03/2019

Foi protocolado na Assembleia Legislativa um projeto de autoria do deputado Vinícius Cirqueira (PROS), que pretende regulame...

Goiás registrou queda em homicídios no carnaval

07/03/2019

O período do carnaval 2019 em Goiás registrou queda de 41,46% no número de homicídios. Tentativas do mesmo crime recuaram...